Teatro com e para caminhoneiros e caminhoneiras e as ideias de Paulo Freire para a educação libertadora

Resumo

Este artigo é resultado da pesquisa “Teatro da Caravana Siga Bem: projeto com e para caminhoneiros à luz do legado de Paulo Freire”, apresentada no Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal de São João del-Rei, Minas Gerais. De 2006 a 2016, o Teatro da Caravana Siga Bem ajudou a olhar para as questões sociais abordadas nos espetáculos que apresentava para caminhoneiros e caminhoneiras em postos de combustível do país com um elenco também de caminhoneiros e caminhoneiras. O quadro teórico baseia-se em Paulo Freire, Bertolt Brecht e autores que discutem cultura popular. A análise dos espetáculos foi feita à luz das ideias freireanas e brechtianas, a qual revelou afinidades entre esse projeto de teatro popular e pedagógico, que discutia temas como violência infantil e direitos humanos, e as ideias de Paulo Freire para uma educação libertadora e de Bertolt Brecht sobre Teatro Épico e didático.

Palavras-chave: Teatro. Educação libertadora. Temáticas sociais.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Josemir Medeiros da Silva, Universidade Federal de São João del Rey

Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) – Mestre em Artes Cênicas (UFSJ).

Carina Maria Guimarães Moreira, Universidade Federal de São João del Rey

Possui graduação em Artes Cênicas pela Universidade Federal de Ouro Preto (2006), mestrado em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (2009) e doutorado em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (2014). Atualmente é professora adjunta da Universidade Federal de São João Del-Rei. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Direção Teatral, atuando principalmente nos seguintes temas: direção teatral, encenação, teatro e política e teatro épico.

Mônica de Ávila Todaro, Universidade Federal de São João del Rey

Foi bailarina, atriz e coreógrafa. Possui graduação em Pedagogia, mestrado em Gerontologia e doutorado em Educação pela UNICAMP. É professora adjunta do Departamento de Ciências da Educação da Universidade Federal de São João del Rei (MG). Docente permanente do Programa de Pós-Graduação - Mestrado em Educação da UFSJ e coordenadora do PPEDU (2018-2019). Professora visitante (voluntária) da Universidad Austral - Cusco (Peru), de 2018 a 2019. Possui experiência em escolas públicas de educação básica, desde 1998, como professora, coordenadora pedagógica, diretora de escola e chefe de seção. Pesquisa nas áreas de Educação e Gerontologia, com ênfase nos seguintes temas: Dança; Corpo e educação; Ludicidade; Educação de Jovens, Adultos e Idosos (EJA); Relações intergeracionais; e práticas educativas. É líder do grupo de pesquisa PEDAGOGIA DO CORPO CONSCIENTE (CNPq), desde 2014 e líder do Núcleo de Estudos sobre Corpo, Cultura, Expressão e Linguagens (NECCEL), da UFSJ, desde 2020.

Publicado
2021-03-24
Seção
Dossiê: Paulo Freire (1921-2021): 100 anos de história e esperança