O legado de Paulo Freire sobre a velhice: história de vida e o contexto brasileiro atual

Resumo

Paulo Freire nasceu em 19 de setembro de 1921. Completou 60 anos de idade no Brasil, uma vez que seu retorno do exílio se deu em 1980. Morreu antes de completar 76 anos; portanto, segundo o critério etário, viveu a fase da velhice por 15 anos.  Nesse sentido, o objetivo deste texto é buscar na obra À sombra desta mangueira, de Freire, reflexões sobre a velhice. A questão que nos moveu a realizar o estudo foi: Que legado esse criador de ideias pedagógicas deixou sobre velhice para os seus leitores? A análise da obra permitiu identificar a concepção de velhice trazida por Freire, à luz do contexto brasileiro de envelhecimento populacional e das pesquisas da área de Gerontologia. Foi possível concluir que o autor não admite que os critérios da velhice possam ser puramente os do calendário, o que aproximou sua história de vida dos estudos acadêmico-científicos sobre velhice. Palavras-chave: Paulo Freire. História de vida. Velhice.

Biografia do Autor

Mônica de Ávila Todaro, Universidade Federal de São João del-Rei
Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ). Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).
Meire Cachioni, Universidade de São Paulo
Meire Cachioni (co-autora do artigo submetido pela autora Mônica de Ávila Todaro) é graduada em Psicologia pela Universidade Metodista de Piracicaba (1989), mestre em Educação pela UniversidadeEstadual de Campinas (1998), doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2002), e pós-doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2007). Professora associada da Universidade de São Paulo, docente do Curso de Bacharelado em Gerontologia da Escola de Artes, Ciências e Humanidades. Docente do Programa de Pós-Graduação em Gerontologia da Faculdade deCiências Médicas da Universidade Estadual de Campinas. Coordena a Universidade Aberta àTerceira Idade da Escola de Artes, Ciências e Humanidades. Tem experiência nas áreas dePsicologia, Gerontologia e Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: velhice eeducação, psicogerontologia, gerontologia educacional, psicoeducação e o cuidadogerontológico. É líder do Núcleo de Estudo, Pesquisa e Extensão em Gerontologia - NEPEG(CNPq, credenciado pela USP).
Publicado
2021-03-27
Seção
Dossiê: Paulo Freire (1921-2021): 100 anos de história e esperança