Representações de professores(as) no jornal Diário dos Campos (1932-1950): condições de trabalho e remuneração

Resumo

Este estudo trata das representações de professores(as) nas páginas do jornal Diário dos Campos, de Ponta Grossa, Paraná, no período de 1932 a 1950. Utilizaram-se como pressupostos teórico-metodológicos a abordagem cultural do conceito de representação e a análise discursiva das mídias. A pesquisa documental possibilitou perceber questões significativas no que tange aos discursos instituídos e às representações de professores(as) a partir das condições de trabalho e de remuneração docente, categorias centrais da análise. As matérias selecionadas para estudo demonstraram a questão da desvalorização docente de forma bastante contundente no período analisado. Os salários eram baixos, atrasavam constantemente e as condições de trabalho eram precárias. Propagavam-se discursos de que o magistério deveria espelhar-se por um ideário de sacerdócio, como missão, prescindindo de pautas afetas à carreira.  Palavras-chave: Representações de professores(as). Diário dos Campos. Ponta Grossa-PR.
Publicado
2020-06-21