Programa Criança Feliz: um salto histórico para o passado

Resumo

Este artigo origina-se de uma reflexão teórica sobre o Programa Criança Feliz, vinculado ao atual Ministério da Cidadania, e tem por objetivo analisar qual papel de família e de Estado são apresentados no citado programa. Para tanto, foi realizada uma análise em documentos normativos e orientadores, de modo a problematizar o que significa esse programa em uma conjuntura de retrocesso de direitos. Nesse sentido, as análises indicam que o citado programa compõe a agenda conservadora do atual Governo Federal e implica não apenas uma regressão na concepção e na execução de políticas de assistência social e educativa, como também é a difusão de uma lógica higienista – disciplinadora destinada às famílias pobres. Palavras-chave: Políticas públicas para a Educação Infantil. Conservadorismo. Programa Criança Feliz.
Publicado
2020-07-17
Seção
Seção Temática: Políticas conservadoras na Educação Básica