Os discursos da Associação Nacional de Educação Domiciliar do Brasil

Resumo

O movimento Homeschooling, no Brasil, que propõe o afastamento das crianças da escola, dispensando qualquer relação com ela, enaltece as políticas neoconservadora e neoliberal. Assim sendo, algumas perguntas surgem: como essas políticas se aliam se uma é conservadora, e a outra propaga discursos mercadológicos de modernização e de qualidade na educação escolar? Quais são os discursos que se constroem com esse movimento? Quem fala e para quem fala? De onde surgem esses discursos? Em um diálogo teórico, sobretudo com Foucault, Apple, Masschelen e Simons, analisam-se as informações do site da Associação Nacional de Educação Domiciliar – ANED.  Educar os filhos em casa não é apenas questão de liberdade de escolha, pois a educação domiciliar denota muito mais sobre concepções e subjetivações dos sujeitos em uma sociedade neoliberal e neoconservadora. Palavras-chave: Homeschooling. Educação domiciliar. Família.
Publicado
2020-02-04
Seção
Dossiê: Homeschooling: controvérsias e perspectivas