Práticas com modelagem na formação do professor da Educação Básica: a busca por uma nova racionalidade

Resumo

Este artigo discute a racionalidade técnica na formação docente e a necessidade de uma nova racionalidade que dê conta dos desafios da formação humana na atualidade, sendo abordada a partir dos pressupostos da Modelagem Matemática (MM) na Educação Matemática. Para exemplificar a discussão, inicialmente teórica, apresentamos uma descrição e reflexão de uma prática com MM realizada por professores da Educação Básica em um período de 20 horas. O trabalho desenvolvido com os professores foi parte de uma formação continuada e forneceu os dados da investigação sobre o tema Integração e Construção rural. Foram analisados os resultados da formação orientados pela interrogação: como a prática com Modelagem Matemática propicia um novo modelo de racionalidade na formação docente? O objetivo foi refletir e apresentar elementos estruturantes da formação docente a partir do desenvolvimento de uma prática com MM, que foi baseada em uma perspectiva de formação que supera o modelo atual da racionalidade técnica. O texto segue uma metodologia de pesquisa de natureza qualitativo-interpretativa. Os resultados da reflexão apontam que a MM na perspectiva de Educação Matemática assumida traz em sua concepção elementos potencializadores à superação do atual modelo de formação de professores, em relação à forma de ensinar e aprender Matemática. A atividade revela a importância de o professor vivenciar uma nova maneira de abordar o ensino e de compreender um embasamento teórico, coerente e consistente que seja capaz de dar sustentação à sua prática. Palavras-chave: Modelagem Matemática. Educação Matemática. Ensino e aprendizagem. Educação Básica. Racionalidade crítica.
Publicado
2020-02-18