[1]
EsperidiãoM. C., “Ruptly: em busca de um protagonismo no mercado dominado pelas agências do Ocidente”, Pauta Geral - Estudo em Jornalismo, vol. 6, nº 1, p. 78-94, jul. 2019.