Jornalismo e Comunicação Digital: plataformas, redes e atores em relação

Organizadores da seção temática:

Prof. Dr. Anderson Lopes da Silva (Universidade de São Paulo)

Profa. Dra. Issaaf Santos Karhawi (Universidade de São Paulo)

 

 

Pensar as conexões entre o campo do jornalismo e da comunicação digital passa invariavelmente por compreender os múltiplos papéis que as plataformas, as redes e os atores sociopolíticos engendram nessa complexa relação. Por isso, ainda mais em tempos de contínua aceleração nos modos de produção, circulação e consumo jornalístico, torna-se essencial refletir acerca dos impactos e das apropriações midiáticas, de novas práticas profissionais e de competências comunicacionais que acabam por ser atravessadas pelo digital. Mais além, também se faz necessário discutir como a digitalização ressignifica e reconstrói não somente os processos da construção jornalística, como também a compreensão da própria conformação de redes e plataformas em seus aspectos técnico-maquínicos. Nesta perspectiva, o dossiê temático se interessa (mas não de forma exclusiva) pelos seguintes tópicos:

  • Continuidades, rupturas e inovações nas formas narrativas do relato jornalístico 
  • Jornalismo e a cultura do streaming
  • Jornalismo, influenciadores e opinião pública
  • Novas sociabilidades digitais e consumo de notícias em rede
  • Estudos de recepção, audiência e jornalismo digital
  • Desafios contemporâneo da circulação midiática digital
  • Apropriação de novas plataformas e redes sociais pelo jornalismo
  • Curadoria de conteúdo digital como competência jornalística
  • Discursos jornalísticos e cultura da convergência
  • Conglomerados midiáticos e processos de digitalização
  • Ética jornalística, desinformação e fact-checking em tempos de aceleração 
  • Relações entre jornalismo, comunicação e humanidades digitais
  • Metodologias e métodos de pesquisa em jornalismo e comunicação digital
  • Trabalho jornalístico, plataformização e contextos da era digital
  • Impactos algorítmicos na produção, circulação e recepção jornalística

Datas importantes:

Prazo final de submissão: 12/09/2021

Mini-bios:

Anderson Lopes da Silva é doutor em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA USP) e mestre em Comunicação pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Especialista em Comunicação, Cultura e Arte pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) e Bacharel em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Faculdade do Norte Novo de Apucarana (FACNOPAR). Atuou como professor e coordenador da pós-graduação [lato sensu] em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais, no Centro Universitário Senac (Unidade Senac Lapa Scipião). É pesquisador do NEFICS (Núcleo de Estudos em Ficção Seriada e Audiovisualidades, da UFPR/CNPq) e do GELiDis (Grupo de Pesquisa Linguagens e Discursos nos Meios de Comunicação, da USP/CNPq). 

Issaaf Karhawi é doutora em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP) e mestre pela mesma instituição. Graduou-se em jornalismo pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Atua como pesquisadora no grupo de pesquisa COM+ (ECA-USP). É autora do livro "De blogueira a influenciadora: etapas de profissionalização da blogosfera de moda brasileira", publicado pela Editora Sulina, na coleção Cibercultura (2020). Atualmente, também é docente no curso de pós-graduação [lato sensu] em Mídia, Informação e Cultura do Centro de Estudos Latino-Americanos sobre Cultura e Comunicação (CELACC-USP).