• CHAMADA ESPECIAL - COVID 19: EDUCAÇÃO EM TEMPO DE PANDEMIA
    v. 23 (2020)
    O ano de 2020 começou com um novo desafio para a humanidade, de modo geral, e para a educação, de modo particular. A pandemia da Covid 19, trouxe uma série de consequências para a vida social em suas múltiplas dimensões: o trabalho, a família, o mercado, dentre outras. Enfim, as relações humanas foram modificadas apresentando novos desafios, mas também, inúmeras possibilidades de encontros, de superação e de inovações em nossa forma de nos relacionarmos com os outros e com o ambiente. No caso da educação, os obstáculos impostos às relações e aos afetos, muitas vezes cultivados nas interações presenciais, trouxeram uma série de dúvidas sobre como transformar as experiências educativas vivenciadas na escola ou em outras instituições educativas, em experiências que respeitem o distanciamento social, mas mantenha a proximidade das relações. As buscas têm impulsionado muitas ações mediadas por tecnologias, mas que também esbarram nas limitações no uso destas ferramentas diante dos aspectos emocionais dos sujeitos, do acesso à internet, dentre outros. Esta nova realidade vem exigindo de professores e redes de ensino novas habilidades e estratégias para manutenção dos vínculos, mas também, de aprendizagens e relações significativas, em todas as etapas da educação. Diante desta realidade e atenta aos sinais deste tempo, a Revista Olhar de Professor abre uma chamada especial: “Covid 19: Educação em tempo de Pandemia”. Esperamos abrir um canal de comunicação e de divulgação de produções que abordem os diferentes aspectos e impactos deste cenário para as relações e processos educativos, bem como de estratégias de superação destes desafios nas diferentes etapas da educação e em diferentes instituições educativas, escolares e não escolares. Ressaltamos que nesta chamada especial abrimos espaço para textos de professores da Educação Básica com a titulação de especialista, certas de que aqueles que enfrentam cotidianamente salas virtuais, incertezas e desafios, muito tem a nos dizer.
  • DOSSIÊ: A ATUALIDADE DO PENSAMENTO DE PAULO FREIRE
    v. 23 (2020)
    Os processos históricos vão se configurando por meio de avanços e retrocessos, em que novos temas emergem, enquanto outros insistem em permanecer, colocando conflitos e desafios a serem superados por aqueles e aquelas que desejam a transformação da realidade, no sentido da busca pela equidade, pelo respeito, pela tolerância. No contexto social e político atual, em que forças extremamente conservadoras e neoliberais são reafirmadas e impõem visões de mundo e posicionamentos sectários, contaminados pelo ódio, pela intolerância e disseminação de falsas informações, surgem uma infinidade de ataques sem fundamento a Paulo Freire. Na sua grande maioria, estes ataques são orquestrados ideologicamente para difamar, injuriar e menosprezar seu pensamento e sua obra de maneira vil e irresponsável. Ao mesmo tempo em que essa situação nos coloca a urgência de argumentarmos em favor de sua produção intelectual e pedagógica, de caráter crítico, humanista e progressista, também aponta para a constatação da atualidade da práxis freiriana, marcada pelo diálogo, pela democracia, pelo respeito e pelo rigor científico, tão necessários nos espaços educativos, sociais e nas pesquisas. Todavia, este cenário, apesar de desolador, só pode nos remeter à radicalidade reflexiva que Paulo Freire nos legou: sua insistente capacidade de mobilizar o pensamento e a ação – teoria e prática – em movimento de resistência e luta pela decência, pela defesa ética universal do ser humano e do seu “ser mais”, pela palavra verdadeira, pelo pensar certo!  Por isso, convidamos pesquisadores e pesquisadoras, educadores e educadoras, a contribuírem com seus trabalhos científicos e suas ações emancipadoras, pautadas na produção freiriana, para a construção desse dossiê que reunirá artigos, resenhas, relatos de experiências e entrevistas inéditas inspiradas na obra de Paulo Freire que discutam a importância da produção do pensamento político-pedagógico freiriano para os processos educativos emancipatórios na atualidade; as contribuições de Paulo Freire para as pesquisas atuais; o legado de Paulo Freire na educação midiática; a expressividade do pensamento e do trabalho de Paulo Freire no contexto internacional; e o pensamento freiriano no debate com o neoconservadorismo.
  • DOSSIÊ: AVALIAÇÃO EM LARGA ESCALA NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA
    v. 23 (2020)
                  A avaliação tem adquirido centralidade no quadro das políticas educacionais no Brasil, configurando-se como um dos aspectos fundamentais para tomadas de decisão, que vão desde a formulação de políticas até o contexto da prática. Neste cenário, a avaliação em larga escala ganha destaque no debate educacional, tanto na gestão em seu sentido macro, como nas práticas pedagógicas desenvolvidas nas escolas. Este dossiê tem como objetivo apresentar artigos, resenhas, relatos de experiências e entrevistas que discutam a respeito da avaliação em larga escala na Educação Básica e suas relações com: a implantação e implementação de políticas, a avaliação institucional de escolas, a formação de professores, o currículo escolar, o uso dos seus resultados na gestão educacional e escolar, e demais reflexões sobre os sistemas de avaliação em larga escala nacional, estadual e municipal.
  • Caderno Temático: "Estágio Curricular de Docência na Educação Infantil: perspectivas e práticas"
    v. 22 (2019)
    O estágio de docência na Educação Infantil vem se constituindo como privilegiado espaço de articulação teórico-prática, mas também, como lugar no qual se dá sentido ao ser professor na relação com crianças. Essa aproximação permite aos acadêmicos do Curso de Pedagogia uma retomada dos conhecimentos construídos ao longo do curso de formação inicial que auxiliam a pensar a criança, a instituição educativa e as práticas pedagógicas observadas e vividas. O estágio, assim, torna-se uma possibilidade de reflexão e experiência, lugar de conhecimento, diálogo e constituição de identidade profissional. Neste sentido, o estágio produz eco e transforma tanto o professor em formação, quanto a criança, tendo alcance no cotidiano da Educação Infantil, cotidiano este que inspira, instiga e se modifica pela relação do acadêmico com as crianças, as professoras e com as práticas pedagógicas.
  • Pedagogia Social
    v. 19 n. 1 (2016)
  • v. 12 n. 2 (2009)
    A Revista Olhar de Professor é um periódico acadêmico semestral. Publi­ca artigos, relatos de práticas docentes, experiências pedagógicas significativas, relatórios de projetos de pesquisa e extensão, resenhas, entrevistas e textos de palestras proferidas, produções de pesquisadores ligados à docência, extensão universitária e pesquisa na grande área da educação.