As crianças e suas performances em contextos de instalações de jogo: diálogos entre Educação Infantil e Arte Contemporânea

Main Article Content

Nathalia Scheuermann dos Santos
https://orcid.org/0000-0002-7007-3104
Rodrigo Saballa de Carvalho

Resumo

A partir dos Estudos Sociais da Infância, em articulação com as contribuições dos estudos da Arte Contemporânea, o artigo tem como objetivo discutir a proposição de instalações de jogo na Educação Infantil, como contextos de produção de performances pelas crianças através de suas interações e brincadeiras. Por conseguinte, também apresenta indicativos para a criação de propostas de instalações de jogo, inspiradas em produções de arte contemporânea. Metodologicamente o artigo é constituído por três etapas. Na primeira etapa é apresentada uma revisão bibliográfica sobre a temática. Na segunda, é compartilhado um inventário de instalações produzidas por artistas contemporâneos. Por fim, na terceira etapa, são apresentadas análises de episódios de brincadeira vivenciados por crianças durante seções de instalações de jogo. A partir das análises, é possível inferir sobre a importância das instalações de jogo como espaço de produção de brincadeiras e performances pelas crianças.

Metrics

Carregando Métricas ...

Article Details

Como Citar
SANTOS, N. S. DOS; CARVALHO, R. S. DE. As crianças e suas performances em contextos de instalações de jogo: diálogos entre Educação Infantil e Arte Contemporânea. Olhar de Professor, v. 24, p. 1-24, 26 jun. 2021.
Seção
Práticas artísticas contemporâneas, crianças e docência: experiências estéticas
Biografia do Autor

Nathalia Scheuermann dos Santos, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre – RS – Brasil. Mestranda em Educação na Linha de Pesquisa, Estudos sobre Infâncias no Programa de Pós-Graduação em Educação. Graduada em Pedagogia (UFRGS). Professora de Educação Infantil.  

Rodrigo Saballa de Carvalho, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação da na Linha de Pesquisa: Estudos sobre Infâncias. Professor da área de Educação Infantil do Departamento de Estudos Especializados (DEE) da Faculdade de Educação da UFRGS. Pós-Doutor em Educação (UFPEL). Doutor em Educação (UFRGS). Mestre em Educação (UFRGS).

Referências

ABAD MOLINA, J. Iniciativas de Educación Artística a través del Arte Contemporáneo para la Escuela Infantil (3-6 años). Madrid: UCM, 2008. 556. Tese - Departamento de Didáctica de la Expresión plástica, Facultad de Bellas Artes, Universidad Complutense de Madrid, Madrid, 2008.

ABAD MOLINA, J. RUIZ DE VELASCO GÁLVEZ, A. El juego simbólico. Buenos Aires: Noveduc-Graó, 2011.

______. El lugar del símbolo: El imaginario infantil en las instalaciones de juego. 046. Editorial Grao. Edição do Kindle. 2019.

______. El lenguaje corporal: simbología de las acciones en los espacios de juego. In: SARLÉ, Patricia. IVALDI, Elizabeth. HERNÁNDEZ, Laura (org.). Arte, educación y primera infancia: sentidos y experiencias. Metas Educativas 2021 - Organización de Estados Iberoamericanos. Madrid, Espanha. 2014, p. 67–86.

BARBIERI, Stela. Interações: onde está a arte na infância? São Paulo: Blucher, 2012.

CAON, Paulina Maria. Jogos, performances e performatividades na escola: das experiências corporais à problematização de discursos. Cad. Cedes, Campinas, v. 37, n. 101, p. 107-130, jan.-abr., 2017.

COCCHIARALE, Fernando. Quem tem medo da arte contemporânea. Recife - Fundação Joaquim Nabuco, Editora Massangana, 2006.

COHEN, Renato. Performance como linguagem. Editora Perspectiva, 3ª edição, 2019.

CUNHA, Susana Rangel Vieira da. Uma arte de nosso tempo para as crianças de hoje. In: CUNHA, Susana Rangel Vieira da; CARVALHO, Rodrigo Saballa de (Org) A Arte Contemporânea e Educação Infantil. Porto Alegre: Mediação. 2017b. p. 9 - 26.

______. Questionamentos de uma professora de arte sobre o ensino de arte na contemporaneidade. In: Culturas da Imagem: Desafios para a arte e para a educação. Org. Raimundo Martins e Irene Tourinho. Santa Maria: Editora UFSM. 2011. p. 99 - 123.

______. Cenários da educação infantil. Revista Educação e Realidade, Porto Alegre, 30(2): jul/dez 2005. p. 165 - 185.

DELAVALD, Carini Cristiana. A infância no encontro com a arte contemporânea: potencialidades para a educação. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Porto Alegre, 2013. 130 f.

DÍAZ-OBREGÓN CRUZADO, Raúl. Arte contemporáneo y educación artística: Los valores potencialmente educativos de la instalación. Madrid: UCM, 2003. 422. Tese - Departamento de Didáctica de la Expresión plástica, Facultad de Bellas Artes, Universidad Complutense de Madrid, Madrid, 2003.

DONADEL, Beatriz D'Agostin. Hélio Oiticica e o sentido da participação do público na arte brasileira dos anos 60: da Obra Aberta ao Exercício Experimental da Liberdade. Dissertação (Mestrado – Programa de Pós-Graduação em História). Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Florianópolis, Santa Catarina, 2010. 129 f.

FIANS, Guilherme. Entre crianças, personagens e monstros: uma etnografia de brincadeiras infantis. Rio de Janeiro: Ponteio, 2015.

FREITAS, Martha Gomes de. NOTAS SOBRE O DESERTO: EXTENSÃO E TRANSBORDAMENTO COMO ARTICULADORES ESPAÇO-TEMPORAIS. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Instituto de Artes, Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais, 2016.

IAVELBERG, Rosa. Arte, infância, formação docente e cultura na escola. In: CUNHA, Susana Rangel Vieira da; CARVALHO, Rodrigo Saballa de. (Org). A Arte Contemporânea e Educação Infantil. Porto Alegre: Mediação, 2017. p. 27 - 36.

ICLE, Gilberto. Da performance na educação: perspectivas para a pesquisa e a prática. In: PEREIRA, Marcelo Andrade. Performance e educação: (des)territorializações pedagógicas. Santa Maria: ED. Da UFSM, 2013, p. 9 – 22.

LAPOLLA, Paulina; ARCE, María de los Ángeles; MUCCI, Mariana. Experiencias artísticas con Instalaciones: trabajos interdisciplinarios de simbolización y juego en la escuela infantil. Buenos Aires: Noveduc, 2018.

MACHADO, Marina. A Criança é Performer. Revista Educação e Realidade, Porto Alegre, Brasil. vol. 35, núm. 2, maio-agosto, 2010a, p. 115-137.

______. Merleau-Ponty & a Educação. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2010b. (Coleção Pensadores & Educação, 19).

MARQUEZ, Renata Moreira. HÉLIO OITICICA: DESDOBRAMENTOS DO CORPO NO ESPAÇO. Revista Vivência. ISSN 0104-3064. Natal, EdUFRN, v.33, 2009, p. 67-75.

NALINI, Denise. Construindo Campos de Experiências: Creche, Arte contemporânea e a poética das crianças de 0 a 3 anos. Tese (Doutorado – Programa de Pós-Graduação em Educação) Universidade de São Paulo, Faculdade de Educação, São Paulo: s.n., 2015. 228 p.

NETO, Ernesto. Informações sobre o artista. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2020. Disponível em: . Acesso em: 06 de Jan. 2020. Verbete da Enciclopédia.

OROFINO, Karin Zapelini. Crianças e Arte Contemporânea: experiências e interações. Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Florianópolis, 2017. 381 p.

OSTETTO, Luciana Esmeralda; MELO, Maria Isabel. Na escola, na cidade, no museu: fazer e pensar artes visuais na educação infantil. Revista GEARTE, Porto Alegre, v. 6, n. 3, p. 497-513, set./dez. 2019. Disponível em: . Acesso em: 06 de Mar. 2021.

PONTES, Bruno. “Eu sou essa! Eu sou esse!” Corpos, perspectivas e minúcias teatrais na pequena infância. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Minas Gerais, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Belo Horizonte, 2016. 142 p.

SANTOS, Nathalia Scheuermann dos. Arquiteturas efêmeras de jogo na Educação Infantil: Crianças e Arte Contemporânea. Porto Alegre, 2018. 138p. Monografia (Trabalho de Conclusão de Curso) - Licenciatura em Pedagogia, Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2018.

SANTOS, Nathalia Scheuermann dos; CARVALHO, Rodrigo Saballa de. Arquiteturas efêmeras de jogo e Educação Infantil: diálogos com a Arte Contemporânea. Revista Apotheke, Santa Catarina, v.5, n.3, ano 5, dez. 2019, p. 25 - 42.

SCHECHNER, Richard. Performance studies: an introduction. Routledge. 3rd ed. Edição Kindle. 2013.

SINGER, Laura. Espacios, territorios y entornos de aprendizaje: múltiples lenguajes para las infâncias: instalaciones y dispositivos lúdicos. Ciudad Autónoma de Buenos Aires: Centro de Publicaciones Educativas y Material Didáctico, 2019.

TILBURG, Merel van. Découvrir, récupérer, recycler, transformer: thèmes, objets et matériaux dans l’ouvre d’Ulla von Brandenburg. In: CHARPY, Manuel. DELAUNAY, Léonor. FERNANDEZ, Laure. GOURMEL, Yoann. TILBURG, Merel van. Ulla von Brandenburg «Le milieu est bleu» Palais de Tokyo. Editora Palais de Tokyo. 2020. p. 60-66.

VALLE, Lutiere Dalla. A potência edu(vo)cativa da arte contemporânea: desafios e possibilidades. Revista Digital do Laboratório de Artes Visuais, UFSM/RS, v. 12, p. 82, 2019.

VON BRANDENBURG, Ulla. Informações sobre a artista. Disponível em: Acesso em: 04 de Mar de 2020.