Palavra falada, diálogo e escuta freireanos: contribuições à compreensão dos saberes dos estudantes da EJA

Main Article Content

Francisco Josimar Ricardo Xavier
https://orcid.org/0000-0001-6376-2828
Júlio César de Moura Dia
https://orcid.org/0000-0002-8212-0190
Adriano Vargas Freitas

Resumo

Neste artigo discutimos sobre como a escuta dos saberes dos jovens, adultos e idosos podem contribuir para os professores construírem práticas curriculares mais próximas das realidades da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Nele apresentamos as narrativas de João e Dona Anita, que são analisadas à luz da palavra falada, do diálogo e da escuta atenta freireanos. João apresenta uma matemática ligada aos saberes construídos no trabalho, e outra, ligada à sua vida de estudante. Dona Anita traz uma vida atravessada pelas questões de gênero, e narra ter conhecido as letras no trânsito entre sua casa e o trabalho. Os resultados reiteram a ideia freireana de que esses sujeitos chegam à escola com saberes construídos em suas experiências, não sendo, portanto, caixas vazias ou sujeitos analfabetos. Concluímos reforçando a atualidade do pensamento de Paulo Freire, sobretudo, quanto ao diálogo para a construção de uma educação crítica, democrática e libertadora.

Metrics

Carregando Métricas ...

Article Details

Como Citar
XAVIER, F. J. R.; DIA, J. C. DE M.; VARGAS FREITAS, A. Palavra falada, diálogo e escuta freireanos: contribuições à compreensão dos saberes dos estudantes da EJA. Olhar de Professor, v. 24, p. 1-22, 1 maio 2021.
Seção
Caderno temático: A atualidade do Pensamento de Paulo Freire
Biografia do Autor

Francisco Josimar Ricardo Xavier, Universidade Federal Fluminense

Doutorando em Educação pela Universidade Federal Fluminense, UFF. Tem interesse em pesquisas nas áreas: Educação Matemática, Etnomatemática, Currículo e Práticas Pedagógicas na modalidade Educação de Jovens e Adultos, EJA. Integra o Grupo de Pesquisas em Educação de Jovens e Adultos (GPEJA), do Instituto de Educação de Angra dos Reis IEAR/UFF e o Grupo de Etnomatemática da UFF (GETUFF).

Júlio César de Moura Dia, Universidade Federal Fluminense

Atualmente é professor docente - Secretaria de Estado de Educação e na Prefeitura Municipal de Macaé. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em História da Arte, Artes Plásticas e Desenho. Mestre em educação na Universidade Federal Fluminense (UFF). Desenvolve pesquisa sobre Idosos na EJA. Participante do Grupo de Pesquisas em educação de Jovens e Adultos  (GPEJA).

Adriano Vargas Freitas, Universidade Federal Fluminense

Doutor em Educação Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Mestre em Educação pela Universidade Católica de Petrópolis (UCP), Especialista em Ensino de Matemática pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Graduado em Matemática. Professor do Programa de Pós Graduação em Educação da Universidade Federal Fluminense (PPGEdu-UFF). Professor do Instituto de Educação de Angra dos Reis (IEAR-UFF). Desenvolve pesquisas relacionadas à Educação Matemática, Formação de Professores e Currículos direcionados a Educação de Jovens e Adultos. Coordenador do Grupo de Pesquisas em Educação de Jovens e Adultos (GPEJA).