REFLEXÕES PEDAGÓGICAS EM TEMPOS DE PANDEMIA: ANÁLISE DO PARECER 05/2020

Palavras-chave: Prática pedagógica. Ensino remoto. Parecer 05/2020.

Resumo

O contexto da pandemia no cenário atual e a recente recomendação do Parecer CNE 05/2020 realiza um convite à Pedagogia enquanto campo de conhecimento dos fenômenos educativos a uma importante reflexão: que intencionalidades pedagógicas estão presentes no parecer CNE 05/2020 ao regulamentar a atividade não presencial em tempos de pandemia? Esse estudo realiza uma análise do cenário atual, a partir de uma investigação documental do Parecer CNE 05/2020 aprovado como uma diretriz legal que reorganiza o calendário escolar mediante o ensino remoto com atividades não presenciais, em razão da Pandemia da COVID-19. Após análise crítico-interpretativa constata-se que o parecer está alicerçado num princípio educativo formal-tecnicista de cumprimento das 800 horas curriculares; desconsidera as desigualdades sociais e tecnológicas presentes no território brasileiro, comete uma injustiça cognitiva, constituindo-se como uma proposta elitista, discriminatória e perversa aos alunos da escola pública. Palavras-chave: prática pedagógica; ensino remoto; Parecer 05/2020

Biografia do Autor

Aline Daiane Nunes Mascarenhas, UNEB
Possui graduação em Licenciatura em Pedagogia (UEFS, 2006); Mestre em Educação pela Universidade Federal da Bahia (2011) e Doutorado em Educação pela UFBA (2015). Professora Adjunta da Universidade Estadual da Bahia. Pesquisa os seguintes temas: Educação em Direitos Humanos, Didática e Formação de professores e Educação Inclusiva. Pesquisadora no projeto Interlocuções entre Educação em Direitos Humanos, Currículo e Formação de Professores, parceria interinstitucional UFPE/UNEB.
Amelia do Rosário Santoro Franco, UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS
Graduada em Pedagogia e Pós-Graduada Especialista em Administração Escolar pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Pós-Graduada Especialista em Psicologia da Educação e Mestre em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo (USP), com Pós-Doutoramento em Educação pela Universidade de Paris VIII (UP-VIII) e Universidade Federal de Sergipe (UFS). Atua como Professora Titular e Pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Católica de Santos (UCS). Líder do grupo de pesquisa Práticas Pedagógicas: Pesquisa e Formação da Universidade Católica de Santos e Vice-Coordenadora da Cátedra Paulo Freire na mesma instituição. Pesquisadora do CNPq - PQ Nível 2. Foi Pesquisadora visitante da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (FAPEAL). Foi Membro do Comitê Científico da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPEd) e do Colegiado de Gestão do GT de Didática da mesma Associação. Coordenadora de Publicação da área de Educação (Saberes Pedagógicos) da Editora Cortez. Membro do Corpo Editorial da Editora Leopoldianum. Tem experiência na área de Pedagogia, com destaque para atividades de ensino e gestão escolar, tanto em instituições de educação básica quanto instituições de educação superior. É também parecerista, revisora e avaliadora de projetos, atuando em colaboração com diversos periódicos e instituições, tais como: INEP, CAPES e CNPq. Suas pesquisas estão inseridas nos seguintes temas: Epistemologia da Pesquisa em Educação, Pesquisa-Ação, Práticas Pedagógicas, Formação de Professores e Pedagogia Crítica.
Publicado
2020-09-23
Como Citar
MascarenhasA. D. N.; Franco A. do R. S. REFLEXÕES PEDAGÓGICAS EM TEMPOS DE PANDEMIA: ANÁLISE DO PARECER 05/2020. Olhar de Professor, v. 23, p. 1-6, 23 set. 2020.
Seção
Caderno Temático: Covid 19 - Educação em tempo de Pandemia (Volume 1)