Relações de incerteza e exclusão: é possível pensar em estratégias para a educação em tempos de pandemia?

Main Article Content

Maria de Fátima Barbosa Abdalla
https://orcid.org/0000-0001-8290-959X

Resumo

A partir de um olhar psicossocial este texto objetiva discutir a Educação em tempos de pandemia. Parte-se do pressuposto de que é preciso elucidar epistemologicamente algumas noções teóricas, que entretecem relações de incerteza e de exclusão, presentes nas práticas cotidianas, para que se possa compreender os efeitos da pandemia no cenário educacional e refletir sobre estratégias de ação e de superação. Fundamenta-se em Bourdieu (1997, 1998, 2002, 2015), Certeau (1998), Morin (2000, 2003), entre outros, para oferecer subsídios teóricos no sentido de refletir sobre o cotidiano educacional, suas regras e estratégias e seus processos de exclusão. Espera-se, assim, identificar os desafios postos pelas incertezas e pelo flagelo neoliberal desse tempo de pandemia, e de interrogar as condições de possibilidades e formas de resistência, em especial, da escola, na garantia dos direitos sociais e de uma educação mais justa e inclusiva.

Metrics

Carregando Métricas ...

Article Details

Como Citar
ABDALLA, M. DE F. B. Relações de incerteza e exclusão: é possível pensar em estratégias para a educação em tempos de pandemia?. Olhar de Professor, v. 24, p. 1-10, 29 maio 2021.
Seção
Caderno Temático: Covid 19 - Educação em tempo de Pandemia (Volume 2)
Biografia do Autor

Maria de Fátima Barbosa Abdalla, Universidade Católica de Santos

Pós-Doutora em Psicologia da Educação, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Doutora em Educação pela Faculdade de Educação da USP (FEUSP). Professora do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu da Universidade Católica de Santos (UNISANTOS). Pesquisadora do Centro Internacional de Estudos em Representações Sociais e Subjetividade – Educação (CIERS-ed/FCC).