Tecnologias digitais de informação e comunicação como estratégia pedagógica: um olhar sobre a experiência de um curso de Pedagogia em tempos de pandemia

Conteúdo do artigo principal

Samantha Dias de Lima
https://orcid.org/0000-0002-4597-5608
Melina Chassot Benincasa Meirelles
https://orcid.org/0000-0001-5365-185X

Resumo

O texto tem como objetivo compartilhar as estratégias pedagógicas desenvolvidas por um grupo de professores do primeiro semestre de um curso de licenciatura em Pedagogia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS). Trata-se de um relato de experiência que aborda a realidade de um curso recente que, em março de 2020, se depara com a suspensão do calendário letivo devido à pandemia de Covid-19. Isso leva o grupo a buscar uma forma de dar conta da manutenção e fortalecimento do vínculo afetivo e institucional entre professores e estudantes. Para tanto, diferentes estratégias pedagógicas sustentadas pelas tecnologias digitais de informação e comunicação, como WhatsApp, Google Meet e Instagram, foram mobilizadas. Os resultados apontam que agir com rapidez e produzir um olhar atento para a essência humana dos nossos estudantes fez com que, até o momento, não houvesse nenhuma desistência e/ou trancamento do curso e que a proximidade com os estudantes fosse mantida.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
DIAS DE LIMA, S.; CHASSOT BENINCASA MEIRELLES, M. Tecnologias digitais de informação e comunicação como estratégia pedagógica: um olhar sobre a experiência de um curso de Pedagogia em tempos de pandemia. Olhar de Professor, [S. l.], v. 23, p. 1–7, 2020. DOI: 10.5212/OlharProfr.v.23.2020.15938.209209229540.0807. Disponível em: https://revistas2.uepg.br/index.php/olhardeprofessor/article/view/15938. Acesso em: 25 jun. 2022.
Seção
Caderno Temático: Covid 19 - Educação em tempo de Pandemia (Volume 1)
Biografia do Autor

Samantha Dias de Lima, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Pós-Doutora em Educação (Unisinos). Doutora em Educação (Ufrgs), Mestre em Educação (Unisinos), Especialista em Psicopedagogia Clínica e Institucional (FAE-Isee), Especialista em Currículo e Educação Crítica Humanizadora e graduada em Pedagogia (Unisinos). Docente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Farroupilha. É integrante dos Grupos de Pesquisa: Grupo Interinstitucional de Pesquisa em Docências, Pedagogias e Diferenças (GIPEDI/Unisinos) e Grupo de Pesquisas em educação, sociedade e trabalho, na linha Formação de Professores (IFRS).

Melina Chassot Benincasa Meirelles, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Graduada em Pedagogia, Mestre e Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Pesquisadora do Núcleo de Estudos em Políticas de Inclusão Escolar - NEPIE/UFRGS. `É professora no Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) - Campus Farroupilha. Possui experiência na área de Inclusão Escolar e Políticas Educacionais, com enfoque nos principais temas: atendimento educacional especializado; formação de professores; educação no contexto italiano, com ênfase na primeira infância e inclusão escolar.