Formação inicial de professores e a escrita reflexiva

Conteúdo do artigo principal

Vilma Nunes da Silva Fonseca

Resumo

Neste artigo, discutimos como se dá o processo de reflexão de estagiários sobre a prática docente a partir da constituição de saberes adquiridos pelo aluno-mestre nos contextos escolar e acadêmico. Para isso, buscamos evidenciar na perspectiva de Smyth (1991), o percurso dos movimentos reflexivos realizados pelo futuro professor durante a produção de textos escritos no Estágio Supervisionado Curricular. Os fragmentos textuais analisados foram extraídos de relatórios de estágio supervisionado e de diários de campo, disponibilizados para pesquisa no Centro Interdisciplinar da Memória dos Estágios Supervisionados, da Universidade Federal do Tocantins. Essa incursão teórico-analítica de natureza documental aponta que os acadêmicos assumem uma postura reflexiva à medida que registram percepções que integram o conjunto de informações que contextualizam o contato com a escola, com os professores, com os alunos da Educação Básica e com o ambiente de ensino na universidade.


 


Palavras-chave: Estágio Supervisionado Curricular; Formação inicial do professor; Escrita reflexiva.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
FONSECA, V. N. da S. Formação inicial de professores e a escrita reflexiva. Olhar de Professor, [S. l.], v. 25, p. 1–20, 2022. DOI: 10.5212/OlharProfr.v.25.15802.001. Disponível em: https://revistas2.uepg.br/index.php/olhardeprofessor/article/view/15802. Acesso em: 26 maio. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Vilma Nunes da Silva Fonseca, Universidade Federal do Tocantins - UFT

Doutora em Letras (Ensino de Língua e Literatura), professora do Curso de Letras e do Mestrado Profissional em Letras – Rede Nacional (ProfLetras) do Câmpus de Araguaína, na Universidade Federal do Tocantins.