POLÍTICAS EDUCATIVAS DE LA NUEVA GESTIÓN PÚBLICA EN PERÚ: LOS DOCENTES EN LA CULTURA DE LA PERFORMATIVIDAD

  • Bethzabé Cotrado Universidad Nacional del Altiplano - Perú
Palavras-chave: Professor. Avaliação externa. Performatividade. Política educacional.

Resumo

O objetivo é analisar a construção da cultura da performatividade a partir da configuração das políticas educacionais da Nova Gestão Pública (NGP) no Peru. O estudo realizado no âmbito de uma metodologia qualitativa compreende duas etapas. Primeiro, são identificadas três disposições políticas do NGP que atualmente regulam o ambiente educacional peruano: descentralização e autonomia da gestão educacional, avaliações padronizadas do aproveitamento da aprendizagem e bônus econômicos. Segundo, são examinadas entrevistas com onze atores educacionais da região de Puno, a fim de conhecer suas experiências pedagógicas e entender seus processos de identidade. Os resultados mostram que a incorporação das medidas políticas do NGP promoveria o desenvolvimento de práticas performativas sustentadas na eficácia, competitividade e melhoria dos resultados da aprendizagem.

Biografia do Autor

Bethzabé Cotrado, Universidad Nacional del Altiplano - Perú
Doctora en ciencias de la educación por la Universidad Nacional del Altiplano – Perú. Máster Universitario en Investigación en Educación por la Universidad Autónoma de Barcelona - España; Máster Universitario en Didáctica de la Matemática por la Universidad de Granada – España. Docente de la Universidad Nacional del Altiplano - Perú
Publicado
2020-10-08
Como Citar
CotradoB. POLÍTICAS EDUCATIVAS DE LA NUEVA GESTIÓN PÚBLICA EN PERÚ: LOS DOCENTES EN LA CULTURA DE LA PERFORMATIVIDAD. Olhar de Professor, v. 23, p. 1-13, 8 out. 2020.
Seção
Caderno temático: Avaliação em larga escala no contexto da Educação Básica