INTELECTUAIS DO PARTIDO DOS TRABALHADORES: PRINCÍPIOS E TENSÕES NA POLÍTICA EDUCACIONAL - Doi: http://dx.doi.org/10.5212/OlharProfr.v.12i2.309329

  • Rosely Aparecida Bittencourt
Palavras-chave: Intelectuais, PT, princípios, tensões, política pública, educação

Resumo

Este estudo propõe um olhar específico sobre os intelectuais do Partido dos Trabalhadores, Cristovam Buarque, Tarso Genro e Fernando Haddad, objetivando compreender suas tensões e posições, tanto na academia quanto na gestão pública. Compreender as tensões vivenciadas pelos intelectuais do PT, dilemas e conflitos na relação entre a sua visão principista e a realidade da política pública orientada e conduzida por esse mesmo partido, que possui suas próprias contradições, não nos permite explicações rápidas ou a universalização respostas Circular no universo dos intelectuais supõe estar aberto à multiplicidade de dilemas, distinção de tensões e particularização da continuidade e descontinuidade dos discursos.

Biografia do Autor

Rosely Aparecida Bittencourt
Doutora em Educação pela UDE-UY, Mestre em Educação pela UEPG-Pr
Publicado
2010-08-02
Como Citar
BittencourtR. A. INTELECTUAIS DO PARTIDO DOS TRABALHADORES: PRINCÍPIOS E TENSÕES NA POLÍTICA EDUCACIONAL - Doi: http://dx.doi.org/10.5212/OlharProfr.v.12i2.309329. Olhar de Professor, v. 12, n. 2, p. 309-329, 2 ago. 2010.
Seção
Artigos