PRÁTICAS CORPORAIS DE AVENTURA NA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR E A INCLUSÃO DA CRIANÇA COM DEFICIÊNCIA

Palavras-chave: Inclusão. Corpo. Deficiência.

Resumo

As reflexões apresentadas neste texto foram elaboradas a partir de experiências corporais inclusivas. O objetivo desse trabalho é discutir sobre a inclusão da criança com deficiência na Educação Física Escolar, por meio das práticas corporais de aventura. Em relação à metodologia, trata-se de um estudo descritivo, do tipo relato de experiência e com abordagem qualitativa. Foram realizados momentos vivenciais de algumas práticas de aventura, bem como foram utilizados a fotografia e o desenho infantil para a análise dos dados. Nesse relato, compartilhamos vivências de três educandos com deficiência desenvolvidas em uma escola da rede municipal de ensino da cidade de Anápolis-Goiás. O estudo aponta que os três estudantes tiveram novas experiências corporais, sendo incluídos e tendo as suas necessidades especiais respeitadas. Destarte, pontuamos que a Educação Física na escola deve oportunizar novos movimentos e novas aprendizagens para as crianças com deficiência.  

Biografia do Autor

Marcos Vinícius Guimarães de Paula, Secretaria Municipal de Educação de Anápolis
Doutorando em Educação pela Universidade de Brasília/UnB. Mestre em Educação, Linguagem e Tecnologias pela Universidade Estadual de Goiás/UEG. Especialista em Mídias na Educação pela Universidade Federal de Goiás/UFG. Especialista em Metodologia do Ensino Fundamental pela UFG. Graduado em Educação Física pela ESEFFEGO/UEG. Professor de Educação F
Andréa Kochhann, Universidade Estadual de Goiás
Pós-doutoranda em Educação pela Pontifícia Católica de Goiás/PUC-GO. Doutora em Educação pela Universidade de Brasília/UnB. Mestre em Educação pela PUC-GO. Docente da Universidade Estadual de Goiás/UEG. Coordenadora do GEFOPI – Grupo de Estudos em Formação de Professores e Interdisciplinaridade.
Publicado
2020-09-23
Como Citar
PaulaM. V. G. de; KochhannA. PRÁTICAS CORPORAIS DE AVENTURA NA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR E A INCLUSÃO DA CRIANÇA COM DEFICIÊNCIA . Olhar de Professor, v. 23, p. 1-17, 23 set. 2020.
Seção
Experiências Pedagógicas