COMPETÊNCIA PARA FAZER FACE À VIOLÊNCIA: DEFININDO A COMPETÊNCIA INTERRELACIONAL DO(A)EDUCADOR(A) NO MANEJO DA VIOLÊNCIA NA ESCOLA

  • Fernando Cézar Bezerra de Andrade Universidade Federal da Paraíba
Palavras-chave: Competência inter-relacional, Educador(a) escolar, Violência na escola

Resumo

Após apresentar o cenário dos estudos sobre a violência na escola e sumarizar o debate sobre competência em educação, define-se o conceito de competência inter-relacional do(a) educador(a) escolar, reconhecida como condição necessária à intervenção eficaz desse(a) profissional nos processos de gestão de conflitos e de superação ou prevenção à violência na escola. Em seguida, para demonstrá-la, apresentam-se elementos indicativos da formação e da aplicação dessa competência, tais como coletados em depoimento obtido durante entrevista concedida por uma diretora de escola da rede pública de ensino fundamental e médio em João Pessoa – Paraíba, e analisados a partir da teoria winnicottiana.
Publicado
2009-03-13
Como Citar
de AndradeF. C. B. COMPETÊNCIA PARA FAZER FACE À VIOLÊNCIA: DEFININDO A COMPETÊNCIA INTERRELACIONAL DO(A)EDUCADOR(A) NO MANEJO DA VIOLÊNCIA NA ESCOLA. Olhar de Professor, v. 10, n. 1, 13 mar. 2009.
Seção
Artigos