DIVERSIDADE E DEFICIÊNCIA: DISCURSOS DA COMUNIDADE ESCOLAR SOBRE O PROCESSO DE INCLUSÃO EM ESCOLAS DE ENSINO COMUM

Palavras-chave: Diversidade. Deficiência. Representações sociais.

Resumo

O objetivo do estudo é refletir sobre as representações sociais de familiares, professores e gestor de uma escola sul-mato-grossense que atende alunos com necessidades educacionais especiais, nos anos iniciais de Ensino Fundamental, sobre o processo de inclusão desses alunos. O referencial teórico inclui discussões sobre diversidade, desigualdade e representações sociais. A coleta de dados foi realizada a partir da elaboração de roteiros semiestruturados, que serviram de base para a realização de entrevistas, que foram gravadas em áudio, transcritas e finalmente analisadas. Os resultados apontam que, apesar de as pessoas entrevistadas serem a favor da educação inclusiva, esse processo deve ser mais bem planejado para atingir aos objetivos. Os familiares de crianças com deficiência denunciam que é preciso vencer o preconceito dentro da escola, para que não se torne um empecilho no processo de ensino e aprendizagem desses alunos especiais que estão inseridos em classes de ensino comum.

Biografia do Autor

Érica Fernanda Moreira Dias, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Graduada em Ciências Sociais e em Pedagogia pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Especialista em Ensino de Sociologia no Ensino Médio pela Universidade Federal da Grande Dourados. Especializanda em Docência para Educação Profissional e Tecnológica (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul). .
Josiane Peres Gonçalves, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Campus de Naviraí (UFMS)
Doutora com Pós-Doutorado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Professora Permanente do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Campus do Pantanal (CPAN/UFMS) e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação (FAED/UFMS). Líder do Grupo de Estudo e Pesquisa em Desenvolvimento, Gênero e Educação (GEPDGE).
Mirella Villa de Araujo Tucunduva da Fonseca, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Doutora em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Professora da UFMS Campus de Naviraí.
Publicado
2020-06-30
Como Citar
Moreira Dias Érica F.; Peres GonçalvesJ.; Villa de Araujo Tucunduva da FonsecaM. DIVERSIDADE E DEFICIÊNCIA: DISCURSOS DA COMUNIDADE ESCOLAR SOBRE O PROCESSO DE INCLUSÃO EM ESCOLAS DE ENSINO COMUM. Olhar de Professor, v. 23, p. 1-13, 30 jun. 2020.