Escola básica: dois segmentos dissociados

  • Mariná Holzmann Ribas
  • Rosilda Baron Martins
  • Teresa Jussara Luporini Centro Universitário Católico do Sudoeste do Paraná
Palavras-chave: gestão interna da escola, ação supervisora compartilhada, disponibilidade dos professores

Resumo

A Escola Básica constituiu-se num campo fértil de estudo e de investigações. Foi com essa perspectiva que se desenvolveu o projeto de pesquisa Escola Básica: dois segmentos dissociados que se originou com a constatação dos altos índices de evasão e repetência na 5a série, gerados pelas dificuldades que os alunos de uma escola pública enfrentavam na passagem das séries iniciais para as finais do 1o grau; tais dificuldades afloraram no desempenho dos alunos e nas queixas dos professores de 5as séries. A análise foi estruturada em três eixos norteadores: a gestão interna da escola, a ação supervisora compartilhada e a disponibilidade dos professores da escola em desenvolver uma proposta que aprimora o fazer pedagógico dos envolvidos. Com isso, foi possível ver que quando existe o comprometimento com uma proposta pedagógica há a possibilidade de participação dos envolvidos na definição de conteúdos e de formas de ação. Além disso, quando efetivamente apoiada/acompanhada pela equipe técnico- administrativa, os resultados são consistentes e produtivos, gerando o sentimento de pertença e poder decisório em relação à unidade escolar.
Publicado
2009-04-07
Como Citar
RibasM. H.; MartinsR. B.; LuporiniT. J. Escola básica: dois segmentos dissociados. Olhar de Professor, v. 1, n. 1, 7 abr. 2009.
Seção
Artigos