ENTREVISTA COM SÉRGIO MONTEIRO DE ALMEIDA

Resumo

Em seu volume 10, a Revista Muitas Vozes apresenta uma conversa com o artista visual e poeta experimental Sérgio Monteiro de Almeida. Artista intermídia, Sérgio participa desde 1984, do movimento artístico do Paraná e do circuito internacional de arte postal. Como poeta visual, publicou em inúmeras antologias e revistas especializadas, tanto no Brasil como no exterior, por exemplo CULT (Brasil) e Rampike Magazine (Canadá). O artista participou de importantes exposições de poesia visual como Bienal Internacional de Poesia Visual e Alternativa no México (1987, 1990, 1992, 1996 e 2010); Post-Art International Exhibition of Visual/Experimental Poetry (San Diego State University - USA, 1988); Bienal de Veneza (2005 e 2009, curadoria de Caterina Davignio); Harvard's Visual Poetry exhibition (Harvard University, USA, 2004, 2005); Biennale Internationale de Poesie Visuelle (França, 2015, 2017, 2019, 2021). Recentemente, teve poemas publicados nos livros Davignio C. Virtual Mercury House, Planetary & Interplanetary Events (Itália, 2012); Zúñiga A, Espinosa C. La mirada transgressora - literatura expandida (México, 2017); Dencker KP. ÜberViele/S- Begegnungen 1960–2020 (Alemanha, 2021). 

Biografia do Autor

Evanir Pavloski, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Doutor em Estudos Literáios pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Pós-Doutor em Teoria Literária pela Universidade de Campinas (UNICAMP). Professor adjunto do Departamento de Estudos da Linguagem da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Docente permanente do Programa de Mestrado em Estudos da Linguagem (UEPG)

Publicado
2021-08-04