Periferia e vestibular: Carolina Maria de Jesus e Racionais MC’s

  • Rosana Apolonia Harmuch UEPG

Resumo

As listas de obras literárias propostas pelas Universidades para as provas de vestibular são sempre controversas. Podem ser vistas tanto como simplificadoras e autoritárias, quanto como fonte razoável de recursos financeiros, sobretudo para as editoras. Entretanto, há que se registrar que elas podem também ser compreendidas como uma trincheira de resistência da Literatura numa guerra inglória travada preponderantemente nas escolas. Para os professores da área, as listas são, muitas vezes, um apoio para as aulas cujos conteúdos são, via de regra, vistos como algo enfadonho. Mas o destaque deste texto é dado ao fato de que as listas também podem ser um poderoso instrumento de desestabilização do cânone literário e, por conseguinte, exigentes de ferramentas nem sempre disponíveis no conforto dos livros didáticos. Os objetos escolhidos para a reflexão aqui proposta são Quarto de despejo: diário de uma favelada, de Carolina Maria de Jesus, e Sobrevivendo no inferno, do grupo Racionais MC’s, ambos selecionados para listas de vestibular. O primeiro está na da UFRGS (2019 /2020), na da Unicamp 2019 e na da UEPG (2019). Já o disco/livro de rap está na lista da Unicamp para 2020.

Biografia do Autor

Rosana Apolonia Harmuch, UEPG
Professora Associada de Literatura do Departamento de Estudos da Linguagem
Publicado
2020-03-19
Seção
A linguagem nos processos seletivos para ingresso no ensino superior