Análise de dêiticos em questões de vestibular

Resumo

O presente reflete sobre a prática de análise linguística, a partir do estudo do uso de dêiticos em questões do vestibular da Fuvest. Para tal estudo, consideramos esses elementos linguísticos como mecanismos necessários à interpretação, análise e produção de textos, por apresentarem funções significativas nos eventos discursivos. Com esse recorte, colocamos de um lado o que propõe a literatura em Análise Linguística, o fenômeno da dêixis e os documentos oficiais, e de outro aquilo que se verifica no processo seletivo sob análise. Da análise de 48 questões discursivas em Língua Portuguesa dos últimos 4 anos, verificamos a ocorrência de 16 (33%) referentes aos dêiticos, o que revela uma recorrência do tema. Tomamos uma amostra de 3 questões para análise mais detalhada e os resultados revelam que: as questões são adequadas ao que propõe a literatura e os documentos oficiais de ensino de língua; e refletem sobre o papel dos dêiticos no contexto discursivo, também como apregoa a teoria sobre o tema. Com isso, concluímos os processos seletivos podem servir positivamente para ilustrar a prática de análise linguística em sala de aula.

Biografia do Autor

Ludmila Dias do Nascimento Serafim Lopes, UTFPR
Graduada em Letras Português-Inglês
Roberlei Alves Bertucci, UTFPR
Doutor em Letras. Professor do Departamento Acadêmico de Linguagem e Comunicação.
Publicado
2020-03-19
Seção
A linguagem nos processos seletivos para ingresso no ensino superior