A diversidade confirma seu voto: candidaturas transexuais, folkcomunicação e representação política

  • Nelson Toledo Ferreira Universidade Federal Fluminense

Resumo

A proposta deste artigo é refletir sobre os espaços ocupados pelas candidaturas transexuais nas últimas eleições municipais de 2020, no Brasil, correlacionando folkcomunicação, representação política e minorias. Apesar do êxito eleitoral de uma parcela ainda pequena desse segmento em todo o país, com destaque maior nas grandes metrópoles, os (as) transexuais reforçam suas políticas de gênero e abrem novos campos de disputas políticas, como nunca vistos na sociedade brasileira. Nessa perspectiva, o trabalho aponta como a visibilidade midiática potencializa as políticas de comunicação afirmativas da identidade transexual, o que vem possibilitando leituras plurais da sociedade, abrindo novos espaços e democratizando a representação política. Folkcomunicação; Representação política; Minoria; Transexuais.

Biografia do Autor

Nelson Toledo Ferreira, Universidade Federal Fluminense
Doutor em Comunicação pela Universidade Federal Fluminense, atua em pesquisas sobre minorias, midias digitais, representação política.
Publicado
2021-07-02