“NÃO SE DEVE DAR O PEIXE, DEVE-SE ENSINAR A PESCAR”: as vias de acesso ao mundo do trabalho sob a ótica dos profissionais do ACESSUAS TRABALHO do município de Sobral-Ceará (“SHOULD NOT BE GIVEN THE FISH, MUST TEACH...) Doi: 10.5212/Emancipacao.v.15i1.0005

  • Maria Isabel Silva Bezerra Linhares Universidade Federal do Ceará (UFC) / Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA)
  • Francisco Carlos Justino de Orlanda Prefeitura Municipal de Sobral / Prefeitura Municipal de Massapê
Palavras-chave: Rede Socioassistencial. Inclusão Produtiva. Mundo do Trabalho.

Resumo

Resumo: Este artigo teve como objetivo analisar as ações do Programa Nacional de Promoção do Acesso ao Mundo do Trabalho (ACESSUAS TRABALHO) sob a ótica dos profissionais da rede socioassistencial do Município de Sobral (CE), a partir de suas experiências. Para tanto, apresenta os resultados de uma pesquisa exploratória de natureza analítica, realizada junto a dez profissionais da referida rede, por meio da aplicação de questionários e realização de grupo focal. Corroborando os dados empíricos apresenta reflexões teóricas tomando de empréstimo ideias de autores como Araújo e Lima (2014), Colombo (2009), Lima (2010), entre outros, além da utilização de pesquisa documental. Resultados apontaram satisfatória ação de implementação dos objetivos do programa, entraves na articulação e planejamento das ações, necessidade de outras ações para inclusão de usuários com baixa escolaridade e a ampliação das ações da Agência de Inclusão Produtiva como espaço físico de referência para encaminhamento dos usuários qualificados ao mundo do trabalho.  Palavras-Chaves: Acessuas Trabalho. Inclusão Produtiva. Mundo do Trabalho. Abstract: This article aims to analyze the actions of the National Program for the Promotion of Access to the World of Work (ACESSUAS JOB) from the perspective of social assistance network professionals in the city of Sobral (CE), from their experiences. It presents the results of an exploratory research of analytical nature, conducted with ten professionals of the network, through the use of questionnaires and conducting focus group. Corroborating empirical evidence presents theoretical reflections borrowing ideas from authors such as Araujo and Lima (2014), Colombo (2009), Lima (2010), among others, and the use of documentary research. Results showed satisfactory action of implementation of the program objectives, barriers in coordination and planning of actions, the need for other actions to include users with low education and further actions of the Productive Inclusion Agency as physical reference space for referral of qualified users the world of work. Key Words: Acessuas work. Productive Inclusion. World of Work.

Biografia do Autor

Maria Isabel Silva Bezerra Linhares, Universidade Federal do Ceará (UFC) / Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA)
Doutoranda em Sociologia pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal do Ceará (UFC). Bolsista pela CAPES desde 2011. Professora da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). Pesquisadora do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Culturas Juvenis (GEPECJU) e coordenadora da linha Juventude, Trabalho e Políticas Públicas.
Francisco Carlos Justino de Orlanda, Prefeitura Municipal de Sobral / Prefeitura Municipal de Massapê
Pedagogo, Especialista em Gestão de Organizações Sociais pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA).  Técnico de Inclusão Produtiva da Secretaria de Desenvolvimento Social /Prefeitura Municipal de Sobral-CE. Técnico da Secretaria de Trabalho e Assistência Social /Prefeitura Municipal de Massapê-CE
Publicado
2016-05-25
Como Citar
Silva Bezerra LinharesM. I., & Justino de OrlandaF. C. (2016). “NÃO SE DEVE DAR O PEIXE, DEVE-SE ENSINAR A PESCAR”: as vias de acesso ao mundo do trabalho sob a ótica dos profissionais do ACESSUAS TRABALHO do município de Sobral-Ceará (“SHOULD NOT BE GIVEN THE FISH, MUST TEACH.) Doi: 10.5212/Emancipacao.v.15i1.0005. Emancipação, 15(1), 77-96. https://doi.org/10.5212/Emancipacao.v.15i1.0005
Seção
Artigos