Notas históricas sobre a particularidade da emergência do Serviço Social em Pernambuco nos anos 1940 (Historical notes about the particularity of the emergence of Social Work in Pernambuco in the 1940s)

  • Adilson Aquino Silveira Júnior Universidade Federal de Pernambuco
Palavras-chave: Serviço Social. Profissionalização. Institucionalização

Resumo

O artigo trata das particularidades da emergência do Serviço Social em Pernambuco na década de 1940. Apresenta notas históricas abordando os aspectos que definem seu caráter embrionário nesses anos, segundo as variáveis relativas à formação e corpo profissional, institucionalização e espaços ocupacionais. Fundado na perspectiva marxiana da totalidade dialética, o estudo documental possui como fonte de dados os documentos da antiga Escola de Serviço Social de Pernambuco (1940-1970) e as monografias desenvolvidas pelas alunas dessa instituição entre os anos 1940-1960, além das evidências informadas em pesquisas e artigos que se debruçaram sobre essa realidade. Conclui-se que a gestação da profissão no estado nos anos 1940 implicou uma particularidade do Serviço Social mais permeável (menos refratária) a tendências atualizadoras e/ou inovadoras, cujo espectro comporta, desde aquelas de cariz modernizador, até as perspectivas abertamente contestadoras.

Biografia do Autor

Adilson Aquino Silveira Júnior, Universidade Federal de Pernambuco
Doutor e Mestre em Serviço Social da Universidade Federal de Pernambuco. Professor Adjunto do Departamento de Serviço Social da Universidade Federal de Pernambuco. . E-mail: j_r1987@hotmail.com

Referências

ABREU, Marina Maciel. Serviço Social e a Organização da Cultura: Perfis Pedagógicos da Prática Profissional. 2ª ed. São Paulo: Cortez, 2008.

ANDRADE LIMA, Maria da Glória de. Uma experiência de Serviço Social junto aos círculos operários. Recife, 1946. Monografia (Graduação em Serviço Social) – Escola de Serviço Social de Pernambuco, Recife, 1946.

BARRETO, Maria Soares. Uma experiência de Serviço Social de Grupos junto a adolescente. Recife, 1955. 231 f. Monografia (Graduação em Serviço Social) – Escola de Serviço Social de Pernambuco, Recife, 1955.

BERNARDES, Dênis. Relatório Final do Projeto Memória da Escola de Serviço Social de Pernambuco. Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006. (mimeo).

CARVALHO, Raúl de. Modernos agentes da justiça e da caridade. Serviço Social & Sociedade, São Paulo, ano 1, n. 2, p. 43-71, mar. 1980.

COSTA, Ana Luiza Pereira. Contribuição ao estudo da assistência aos anormais educáveis. Recife, 1949. 166 f. Monografia (Graduação em Serviço Social) – Escola de Serviço Social de Pernambuco, Recife, 1949.

ESCOLA DE SERVIÇO SOCIAL DE PERNAMBUCO (ESSPE). Exposição de Motivos ao Professor Murilo Umberto de Barros Guimarães, Magnífico Reitor da Universidade Federal de Pernambuco. Setembro de 1969. (mimeo).

ESCOLA DE SERVIÇO SOCIAL DE PERNAMBUCO (ESSPE). Relatório da Comissão Verificadora. Recife, 31 de janeiro de 1955 (mimeo).

FERNANDES, Florestan. A Revolução Burguesa no Brasil. 2ª ed. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1976.

GOMES, Vilma Dourado. A Escola de Serviço Social de Pernambuco – 1940/1945 Políticas de ação e ações políticas. Recife, 1987. 114 f. Dissertação (Mestrado em Serviço Social) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 1987.

IAMAMOTO, Marilda Villela. Renovação e conservadorismo no Serviço Social. São Paulo: Cortez, 2004.

IAMAMOTO, Marilda Villela. O Serviço Social na contemporaneidade: trabalho e formação profissional. São Paulo: Cortez, 2006.

IAMAMOTO, Marilda Villela. Serviço Social em tempo de capital fetiche: capital financeiro, trabalho e questão social. 4ª ed. São Paulo: Cortez, 2010.

IAMAMOTO, Marilda Villela; CARVALHO, Raúl de. Relações sociais e Serviço Social no Brasil: esboço de uma interpretação histórico-metodológica. 18ª ed. São Paulo: Cortez, 2005.

LANDIM, Valéria e GOMES, Vilma Dourado. O Serviço Social no processo do movimento circulista. In: UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Cadernos de Serviço Social (Mestrado em Serviço Social), n° 3, junho 1985. p. 14-26.

LIMA, Maria Dolaíde Augusto. Tentativa de aplicação do método de Serviço Social de Grupo num Posto de Puericultura. Recife, 1958. 78 f. Monografia (Graduação em Serviço Social) – Escola de Serviço Social de Pernambuco, Recife, 1958.

LIRA, Maria Hermina de. Uma experiência de Serviço Social junto ao Abrigo Provisório Feminino do Juízo Privativo de Menores Abandonados de Delinquentes do Recife. Recife, 1953. 96 f. Monografia (Graduação em Serviço Social) – Escola de Serviço Social de Pernambuco, Recife, 1953.

NETTO, José Paulo. Transformações societárias e Serviço Social: notas para uma análise prospectiva da profissão no Brasil. Serviço Social & Sociedade, São Paulo, n. 50, abr., p. 87-132, 1996.

NETTO, José Paulo. Ditadura e Serviço Social. 7ª ed. São Paulo: Cortez, 2004.

NETTO, José Paulo. Capitalismo monopolista e serviço social. 4ª ed. São Paulo: Cortez, 2005.

NETTO, José Paulo. Assistencialismo e regressividade profissional no Serviço Social. Intervenção Social, nº41, 11-35, 1ª semestre, 2013.

NETTO, José Paulo. Para uma história nova do Serviço Social no Brasil. In: SILVA, Maria Liduina Oliveira e (org.). Serviço Social no Brasil: histórias de resistências e de ruptura com o conservadorismo. São Paulo: Cortez, 2016. p. 49-77.

OLIVEIRA, Aline Alves Mangueira de. Uma experiência de Serviço Social de Casos num conjunto residencial. Recife, 1957. 68 f. Monografia (Graduação em Serviço Social) – Escola de Serviço Social de Pernambuco, Recife, 1957.

OLIVEIRA, Arirete Souza de. Uma experiência de Serviço Social junto ao Sertor de Assistência à Família de Legião Brasileira da Assistência (Comissão Estadual de Pernambuco). Recife, 1950. 100 f. Monografia (Graduação em Serviço Social) – Escola de Serviço Social de Pernambuco, Recife, 1950.

OLIVEIRA, Francisco. de. A noiva da revolução / Elegia para uma Re(li)gião. São Paulo: Boitempo, 2008.

PADILHA, Helena. M B. História da Escola de Serviço Social de Pernambuco: uma análise do projeto ideopolítico em articulação com a realidade pernambucana e brasileira dos anos 30 a 70 do século XX. Recife, 2008. 430 f. Tese (Doutorado em Serviço Social) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.

PAGE, Joseph. A. A revolução que nunca houve: o nordeste do Brasil 1955-1964. Trad. Ariano Suassuna. Rio de Janeiro: Editora Record, 1972.

SILVEIRA Jr., Adilson Aquino Silveira. A emergência do Serviço Social em Pernambuco nos anos 1940. In: SILVEIRA Jr., Adilson Aquino Silveira (org.). Serviço Social em Pernambuco: primeiras décadas da formação e atuação profissional. Curitiba: CRV, 2020. p. 65-92.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Cadernos de Serviço Social (Mestrado em Serviço Social), n° 3, junho 1985.

VIEIRA, Ana Cristina de Souza. Ensino do Serviço Social no Nordeste: entre a Igreja e o Estado. São Paulo, 1992. 249 f. Tese (Doutorado em Serviço Social) – Pontifícia Universidade Católica, São Paulo, 1992.

Publicado
2020-10-22
Como Citar
Silveira JúniorA. A. (2020). Notas históricas sobre a particularidade da emergência do Serviço Social em Pernambuco nos anos 1940 (Historical notes about the particularity of the emergence of Social Work in Pernambuco in the 1940s). Emancipação, 20, 1-15. https://doi.org/10.5212/Emancipacao.v.20.2013111.023
Seção
Artigos