“GARRAFAS AO MAR”: JUVENTUDE UNIVERSITÁRIA EM TEMPOS DE PANDEMIA

Resumo

Apresentaremos uma experiência de extensão, realizada com estudantes de Psicologia de uma Universidade Federal, durante o período de distanciamento social, imposto como forma de controlar a propagação da COVID-19. O propósito central do projeto denominado “Garrafas ao Mar” foi estimular a produção entre estudantes de manifestações escritas ou audiovisuais em redes sociais sobre a pandemia como modo de cuidado e de enfrentamento ao medo e ao sentimento de desamparo. O projeto foi realizado entre abril e junho de 2020 e contou com a participação de cento e vinte e três alunos do referido curso. O objetivo desse artigo é refletir sobre os temas e os afetos que atravessaram os participantes, diante da crise sanitária e do distanciamento social. Serão destacadas: as saudades das pessoas e do cotidiano e a dificuldade em nomear o mal-estar experimentado em meio a uma crise sanitário-político-econômica.

Biografia do Autor

Vládia Jamile dos Santos Jucá, Universidade Federal do Ceará - UFC

Professora da Universidade Federal do Ceará (UFC), Fortaleza – CE, Brasil. Doutorado em Saúde Coletiva. 

Veriana de Fátima Rodrigues Colaço, Universidade Federal do Ceará - UFC

Professora da Universidade Federal do Ceará (UFC), Fortaleza – CE, Brasil. Doutorado em Educação. 

Jaileila de Araújo Menezes, Universidade Federal de Pernambuco - UFPE

Professora da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Recife – PE, Brasil. Doutorado em Psicologia.

Rachel Martins Lemos, Universidade Federal do Ceará - UFC

Psicóloga. Universidade Federal do Ceará (UFC), Fortaleza – CE, Brasil.

Dejany Naáalia Sousa Barros, Universidade Federal do Ceará - UFC

Aluna de Graduação da Universidade Federal do Ceará (UFC), Fortaleza – CE, Brasil.

Publicado
2021-12-29