ATIVIDADE FÍSICA RELACIONADA À PERCEPÇÃO DE QUALIDADE DE VIDA EM PARTICIPANTES DE UNIVERSIDADE ABERTA À TERCEIRA IDADE: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

Resumo

O objetivo deste estudo foi investigar na literatura, de 2010 até 2020, se a prática da atividade física está relacionada ou associada à percepção de qualidade de vida em participantes de Universidade Aberta à Terceira Idade (UNATI).Como metodologia, foi realizada a revisão sistemática da literatura, com busca em 11 bases de dados, nos descritores DeCS/MeSH para qualidade de vida e atividade física e a palavra-chave UNATI em Português, Inglês e Espanhol. Foram encontrados 4.719 estudos, sendo que 11 artigos foram aceitos na composição final. Nos estudos que compuseram esta revisão, 2 são de intervenção e 9 transversais. A atividade física mostrou estar relacionada a bons escores de qualidade de vida em idosos unatianos em todos os estudos. Foi possível identificar que a literatura aponta benefícios diretos da atividade física para percepção positiva da qualidade de vida em unatianos.

Biografia do Autor

Fabio Ricardo Hilgenberg Gomes, Universidade Federal do Paraná - UFPR
Aluno de Doutorado da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba - PR, Brasil.
Ana Caroline de Paula, Universidade Federal do Paraná - UFPR
Professora do Núcleo de Música da Associação Beneficente São Roque, Curitiba - PR, Brasil. Mestrado em Educação.
Taís Glauce Fernandes de Lima Pastre, Universidade Federal do Paraná - UFPR
Aluna de Doutorado da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba - PR, Brasil.
Valdomiro de Oliveira, Universidade Federal do Paraná - UFPR
Professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba - PR, Brasil. Doutorado em Educação Física.
Gislaine Cristina Vagetti, Universidade Estadual do Paraná - UNESPAR - Campus 2
Professora da Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR), Curitiba - PR, Brasil. Doutorado em Educação Física.
Publicado
2020-07-13