ANATOMIA: AGENTE INTEGRADOR DO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM

Resumo

A falta de estrutura física nas escolas inviabiliza a prática de atividades na disciplina de Ciências e, consequentemente, pode acarretar a não consolidação plena do conteúdo estudado, como em relação aos conhecimentos de Anatomia. À vista disso, foi desenvolvido o projeto “Anatomia: agente integrador do processo de ensino-aprendizagem”, a fim de amenizar tais circunstâncias. Destarte, o objetivo do presente trabalho é apresentar as atividades desenvolvidas no projeto, bem como aproximar a comunidade escolar da cidade de Londrina-PR e região das instalações e da dinâmica de ensino desenvolvidas no Departamento de Anatomia da UEL. O projeto recebeu escolas de Londrina e região do estado do Paraná, beneficiando um total de 444 escolas e 19.983 indivíduos das mais variadas faixas etárias (no período entre agosto de 2012 e maio de 2015). Portanto, pode-se verificar o importante papel socioeducacional que o Departamento de Anatomia da Universidade Estadual de Londrina exerce por meio desse projeto de extensão, ressaltando a importância de a universidade aproximar a comunidade por meio da visitação em suas instalações.

Biografia do Autor

Roger William de Souza Vitorino, Universidade Estadual de Londrina - UEL
Aluno de Graduação da Universidade Estadual de Londrina (UEL), Londrina – PR, Brasil.
Vilma Schwald Babboni, Universidade Estadual de Londrina - UEL
Professora da Universidade Estadual de Londrina (UEL), Londrina – PR, Brasil. Mestrado em Ciências Biológicas.
Célia Cristina Fornaziero, Universidade Estadual de Londrina - UEL
Professora da Universidade Estadual de Londrina (UEL), Londrina – PR, Brasil. Doutorado em Medicina e Ciências da Saúde. 
Eduardo Vignoto Fernandes, Universidade Estadual de Londrina - UEL
Professor da Universidade Federal de Jataí (UFJ), Jataí – GO, Brasil. Doutorado em Patologia Experimental.

Referências

BLANCO, M. B.; ARAÚJO, R. N.; COELHO NETO, R. Visita ao museu de anatomia como estratégia para a aprendizagem Significativa dos conteúdos de neurociência. Vivências. v. 13, n. 25, p. 280-290, 2017.

BRASIL. Parâmetros curriculares nacionais: Ciências Naturais. Brasília: Ministério da Educação. Secretaria da Educação Fundamental, 1998.

CONTO, F. Interação entre o departamento de morfologia da universidade de passo fundo e a comunidade regional: uma atividade de extensão universitária. Revista Diálogos, v. 19, n. 1, p. 17-23, 2014.

DA COSTA, B. D. B. et al. Corpo humano real e fascinante: a extensão universitária como um elo integrador entre o ensino médio/profissionalizante e o superior. Revista extendere. v. 1, n. 2, 2013.

FORNAZIERO, C. C. et al. O ensino da anatomia: integração do corpo humano e meio ambiente. Revista Brasileira Educação Médica. v. 34, n. 2, p. 290-7, 2010.

UEL. In: UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA (Brasil Londrina Paraná). Conheça a UEL: Missão, Finalidades e Princípios. Londrina: [s. n.], 2019. Disponível em: http://portal.uel.br/conheca-a-uel/pages/missao.php. Acesso em: 3 set. 2019.

LEÃO, M. Q. F. et al. Projeto de monitoria “Anatomia ao vivo”: um trabalho que transcende as portas da universidade. Revista Saúde & Ciência Online. v. 4, n. 3, p. 7-20, 2015.

QUEIROZ, R. M. et al. A caracterização dos espaços não formais de educação científica para o ensino de ciências. Revista Areté. v. 4, n. 7, p.12-23, 2011.

RIBEIRO, G.; OLIVEIRA, I. C.; SILVA, M. L. P. É possível romper com a frieza do ensino de Anatomia Humana. Experiências em Ensino de Ciências. v. 6, n. 3, p. 45-53, 2011.

RICKMANN, L. V. O. Ensino de ciências naturais: concepções de professoras das séries iniciais. Orientador: Eugenio Pacelli Leal Bittencourt. 2009. 137 p. Dissertação (Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemáticas) - Pós-graduação, Universidade Federal do Pará, 2009. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/3395. Acesso em: 3 set. 2019.

SANTOS, A. M. G. et al. Desenvolvimento de metodologias ativas para o ensino de anatomia humana/Development of active methodologies for the teaching of human anatomy. Brazilian Journal of Development. v. 5, n. 4, p. 3341-3352, 2019.

SILVA, C.; et al. Conhecendo a Anatomia: a integração da universidade com a educação básica. Itinerarius Reflectionis. v. 12, n. 2, p. 1-15, 2016.

SILVA, M. S.; VASCONCELOS, S. D. Extensão universitária e formação profissional: avaliação da experiência das ciências biológicas na Universidade Federal de Pernambuco. Estudos em avaliação educacional. v. 17, n. 33, p. 119-136, 2006.

ZUANON, A. C. A.; DINIZ, R. E. S. O ensino de Biologia e a participação dos alunos em “atividades de docência”: uma proposta metodológica. R. Nardi, R., F. Bastos, & RE S. Diniz (Orgs). Pesquisas em ensino de ciências: contribuições para formação de professores. p. 111-131, 2004.

Publicado
2020-01-16