ADOTE UM SORRISO: O RESGATE DA AUTOESTIMA DE IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS

Resumo

Objetiva-se, com este estudo, descrever as experiências adquiridas por acadêmicos durante a vigência do projeto de extensão “Adote um Sorriso”, a partir do convívio com idosos de instituições de longa permanência. Atuaram no projeto 12 graduandos do curso de Odontologia da Universidade Federal de Campina Grande, sob a supervisão de uma docente, no período de abril a dezembro de 2017. Pôde-se observar, na maioria dos idosos institucionalizados, um expressivo déficit de autoestima, aspectos relacionados à perda de identidade e uma necessidade, muitas vezes exacerbada, de serem notados e ouvidos com a atenção devida. Após o término do período de convivência, foi possível concluir que o projeto extensionista alcançou seus principais objetivos, por ter proporcionado o estabelecimento de vínculos entre os idosos institucionalizados com os acadêmicos de Odontologia, além do resgate da autoestima dos idosos, e despertar um lado mais humanizado no olhar dos alunos participantes.

Biografia do Autor

Waleska Fernanda Souto Nóbrega, Universidade Estadual da Paraíba - UEPB
Aluna de Doutorado da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB),  Campina Grande – PB. Mestrado em Saúde Pública.   
Danilo Vieira Barbosa, Universidade Federal de Campina Grande - UFPB
Graduação. Universidade Federal de Campina Grande (UFPB), Campina Grande - PB, Brasil.
Gustavo Correia Basto da Silva, Universidade Estadual da Paraíba - UEPB
Aluno de Doutorado da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB),  Campina Grande - PB, Brasil. Mestre em Saúde Pública.
Osires de Medeiros Melo Neto, Universidade Federal de Campina Grande - UFCG
Aluno de Mestrado da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Campina Grande - PB, Brasil.
Luciana Ellen Dantas Costa, Universidade Federal de Campina Grande - UFCG
Professora da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Campina Grande - PB, Brasil. Doutorado em Odontologia.
Faldryene de Souza Queiroz Feitosa, Universidade Federal de Campina Grande - UFCG
Professora da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Campina Grande - PB, Brasil. Doutorado em Odontologia.

Referências

ALVES DE MOURA, G.DE SOUZA, L. K. Práticas de lazer de idosos institucionalizados.Movimento, v. 19, n. 4, p. 69-93, 2013.

ARVELOS, E.S. LANDIM, L.M.,SILVA, M.R., MARGNABOSCO, P., DOS ANJOS, A.C.Y. Projeto "Faça um idoso feliz": Promoção de atividades de lazer a idosos institucionalizados. Em Extensão, Uberlândia, v. 10, n. 1, p. 139-145, 2011.

ASSIS, B.V., FARIA, L.P., DE ASSIS, R.M., et al. Atividades Recreativas para idosos institucionalizados: projeto de extensão do curso de Educação Física/UFG/REJ. Anais da XIII Semana de Licenciatura (Resumo Expandido). Jataí, GO – 03 a 08 de outubro de 2016.

BISCARDE, D.G.S., PEREIRA – SANTOS, M., BITTENCOURT, L. Formação em saúde, extensão universitária e Sistema Único de Saúde (SUS): conexões necessárias entre conhecimento e intervenção centradas na realidade e repercussões no processo formativo. EspaçoAberto, Interface,v. 18, n.48, 2014.

CORNEJO, M., PEREZ, G., DE LIMA, K.C., et al. Oral Health-Related Quality of Life in institutionalized elderly in Barcelona (Spain). Med Oral Patol Oral Cir Bucal. Março, v. 18, n. 2, p. 285-92, 2013.

FREIRE JR, R.C., TAVARES, M.F.L. Health from the viewpoint of institutionalized senior citizens: getting to know and value their opinion. Interface - Comunic., Saúde, Educ., v.9, n.16, p.147-58, set.2004/fev.2005.

FREIRE, S.M. Desafios da extensãouniversitária nacontemporaneidade. Conexão UEPG. v. 7, n. 1, 2011.

GAIÃO, L.R., ALMEIDA, M.E.L., HEUKELBACH, J. Perfil epidemiológico da cárie dentária, doença periodontal, uso e necessidade de prótese em idosos residentes em uma instituição na cidade de Fortaleza, Ceará. Rev Bras Epidemiol. v. 8, n. 3, p. 316-23,2005.

KATZ, S., FORD, A.B., MOSKOWITZ, R.W., JACKSON, B.A., JAFFE, M.W. Studies of illness in the aged. The index of ADL: a standardized measure of biological ans psychosocial function. JAMA.v. 185, n. 3, p. 914-9, 1963.

LAGO, J.D., FAIS, L.M.G. et al. Educational program in oral health for caregivers on the oral hygiene of dependent elders. Rev Odontol UNESP. Sept-Oct; v. 46, n. 5, p. 284-291, 2017.

LEITE, B.F.L., SALVADOR, D.H.Y., ARAÚJO, C.L.O. Avaliação cognitiva dos idosos institucionalizados. Kairós, São Paulo, janeiro, v.12, n. 1, p. 247-256, 2009.

LIMA, D.L., et al. Envelhecimento e qualidade de vida de idosos institucionalizados. RBCEH, Passo Fundo, v. 7, n. 3, p. 346-356, set./dez. 2010

MOIMAS, S.A.S., GARBIN, C.A.S., SILVA, M.M. et al. Projeto “Sempre Sorrindo”: 10 anos de atenção ao idoso institucionalizado. Revista Brasileira de Pesquisa em Saúde. v. 13, n. 1, p. 46-51, 2011.

MOURÃO. C.A., SILVA, N.M. Influência de um programa de atividades físicas recreativas na autoestima de idosos institucionalizados. RBCEH, Passo Fundo, v. 7, n.3, p. 324-334, set./dez. 2010.

NUNES,A.L.P.F., SILVA, M.B.C. A extensão universitária no ensino superior e a sociedade. Mal-Estar e Sociedade - Ano IV - n. 7 - Barbacena - julho/dezembro 2011 - p. 119-133.

SOUZA, E.H.A., et al. Impacto da saúde bucal no cotidiano de idosos institucionalizados e não institucionalizados da cidade do Recife (PE, Brasil). Ciência&SaúdeColetiva. v. 15, n. 6, p.2955-2964, 2010.

Publicado
2020-04-27