COMPETÊNCIAS EMPREENDEDORAS DE MULHERES: ESTUDO DE CASO EM TREINAMENTO DE EMPREENDEDORISMO COMO EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA

Resumo

Este artigo apresenta o resultado de uma pesquisa realizada com o objetivo de identificar as compe-tências empreendedoras predominantes entre as mulheres participantes dos cursos de capacitação em empreendedorismo, ofertados pelo Programa Bom Negócio Paraná (PBNP). Na definição da pesquisa, foram consideradas as turmas de 2017 e 2018, formadas nos municípios da Região Sudeste do Estado do Paraná. A pesquisa teve abordagem quantitativa, cujos dados foram obtidos a partir de formulários preenchidos por uma amostra de 28% do universo da pesquisa. A mensuração dos dados foi realizada pela perspectiva descritiva e de correspondência múltipla. Os resultados da pesquisa apontam que “comprometimento” e “atitude pela busca de oportunidades” são as competências preponderantes no perfil das mulheres empreendedoras participantes deste estudo; e, ainda, são consistentes com os obtidos por outros pesquisadores, em condições e locais diversos, sugerindo um padrão feminino de competência empreendedora, em seu protagonismo no seio das sociedades contemporâneas.

Biografia do Autor

Aline Lubina, Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO
Especialização. Universidade Positivo (UP), Curitiba - PR, Brasil.
Bruna de Oliveira Galvão, Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO
Graduação. Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO), Irati - PR, Brasil.
Giovanna de Oliveira, Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO
Aluna de Graduação da Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO), Irati - PR, Brasil.
Gislaine Aparecida Kszan, Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO
Graduação. Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO), Irati - PR, Brasil.
Jaqueline Marla Taiok, Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO
Graduação. Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO), Irati - PR, Brasil.
Carlos Alberto Marçal Gonzaga, Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO
Professor da Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO) - Irati - PR, Brasil. Doutorado em Engenharia Florestal.
Edson Roberto Macohon, Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO
Professor da Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO) - Irati - PR, Brasil. Doutorado em Ciências Contábeis e Administração.

Referências

ALPERSTEDT, G. D.; FERREIRA, J. B.; SERAFIM, M. C. Empreendedorismo feminino: dificuldades relatadas em histórias de vida. Revista de Ciências da Administração, v.16, n.40, p.221-234, 2014.

ÁLVAREZ, C.; NOGUERA, M.; URBANO, D. Condicionantes del entorno y emprendimiento femenino: un estudio cuantitativo en España. Economía Industrial, n.383, p.43-52, 2012.

AMORIM, R. O.; BATISTA, L. E. Empreendedorismo feminino: razão do empreendimento. Núcleo de Pesquisa da FINAN, v.3, n.3, p.1-14, 2012.

BRANCALIONE, D.; WERLANG, N. B. Empreendedorismo feminino: uma análise das competências intraempreendedoras de gestoras de cooperativas catarinenses. Revista de divulgação científica - Ágora. v.20, n.1, p.43-63, 2015.

COLLIS, J.; HUSSEY, R. Pesquisa em administração. 2ª. ed.São Paulo: Bookman, 2005.

COOLEY, L. Entrepreneurship Training and the Strengthening of Entrepreneurial Performance. Final Report. Contract No. DAN-5314-C-00-3074-00. Washington: USAID, 1990.

DORNELAS, J. C. A. Empreendedorismo: transformando ideias em negócios. 5.ed. Rio de Janeiro: Campus,2014.

________. Empreendedorismo na prática: mitos e verdades do empreendedor de sucesso. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007.

DRUCKER, P. F. Inovação e espírito empreendedor (entrepreneurship): prática e princípios. São Paulo: Cengage Learning, 2002.

DRUCKER, P. F. Inovação e espirito empreendedor (entrepreneurship): prática e princípios. São Paulo: Pioneira, 1986.

FERREIRA, S. R. R.; CARRIJO, M. C. Empreendedorismo feminino no Brasil: uma análise a partir de dados do global entrepreneurship monitor (GEM). Revista Empreendedorismo, Gestão e Negócios, v.6, n.6, 2017.

FILION, L. J. O planejamento do seu sistema de aprendizagem empresarial: identifique uma visão e avalie o seu sistema de relações. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 31, 1991.

FLEURY, M. T. L.; FLEURY, A. Construindo o conceito de competência. Revista de Administração Contemporânea, v.5, Edição Especial, p.183-196, 2001.

FLEURY, M. T. L. A gestão de competência e a estratégia organizacional. In: FLEURY, M. T. L. As pessoas na organização. São Paulo: Gente, 2002, p.51-52.

FONSECA, João Jose Saraiva da. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002.

GEM (GLOBAL ENTREPRENEURSHIP MONITOR). Empreendedorismo no Brasil: 2016. Curitiba: IBQP, 2017.

GONÇALVES, K. L. F.; PORTELA, C. S. P.; VENDRAMETTO, O. Empreendedorismo Feminino: perfil de gestão Revista Sodebras, v.11, n.131, p.281-288, 2016.

GOUVÊA, A. B. C. T.; SILVEIRA, A.; MACHADO. H. P. V Mulheres empreendedoras: compreensões do empreendedorismo e do exercício do papel desempenhado por homens e mulheres em organizações. Revista de Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas, v.2, n.2, p.32-54, 2013.

GRZYBOVSKI, D.; BOSCARIN, R.; MIGOTT, A. M. B. Estilo feminino de gestão em empresas familiares gaúchas. Rev. adm. contemp., Curitiba, v.6, n.2, p.185-207, Aug. 2002.

JONATHAN, E. G. Mulheres empreendedoras: o desafio da escolha do empreendedorismo e o exercício do poder. Psicologia Clínica, v.23, n.1, 2011.

LENZI, F. C. Os empreendedores corporativos nas empresas de grande porte dos setores mecânico, metalúrgico e de material elétrico/comunicação em Santa Catarina: um estudo da associação entre tipos psicológicos e competências empreendedoras reconhecidas. Tese (Doutorado em Administração). Universidade de São Paulo. São Paulo, 2008.

LODI, J. B. Fusões e aquisições: o cenário brasileiro. Rio de Janeiro: Campus, 1999.

MACHADO, H. P. V. Tendências do comportamento gerencial da mulher empreendedora. ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO - EnANPAD, 23, 1999, Foz do Iguaçu. Anais... Rio de Janeiro: ANPAD, 1999.

MACHADO, H. P. V.; BARROS, G. V.; PALHANO, D. Y. M. Conhecendo a empreendedora norte-paranaense: Perfil, porte das empresas e dificuldades de gerenciamento. ENCONTRO DE EMPREENDEDORISMO E GESTÃO DE PEQUENAS EMPRESA - EGEPE, 3. Anais..., p.171-197, 2003.

MARTINHO, S. I. P. Empreendedorismo feminino: motivações, características, e obstáculos das mulheres empreendedoras em Portugal. Dissertação (Mestrado em Empreendedorismo e Criação de Empresas) Universidade da Beira Interior. Covilhã, 2012.

MCCLELLAND, D.C. The Achievement Society. Princeton, NJ: D. Van Nostrand, 1961.

MESTRE, M. B. A. Mulheres do século XX: memórias de trajetórias de vida, suas representações (1936-2000). Tese (Doutorado em História, Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes) Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2004.

NATIVIDADE, D. R.. Empreendedorismo feminino no Brasil: políticas públicas sob análise. Revista de Administração Pública, v.43, n.1, p.231-256, 2009.

PARANÁ. Lei Estadual nº. 16.643, de 24 de novembro de 2010. Institui o Programa de Extensão “Universidade Sem Fronteiras”, conforme especifica. Diário Oficial do Estado do Paraná, nº. 8352, de 29 de Novembro de 2010.

PARDINI, D. J.; BRANDÃO, M. M.; SOUKI, G. Q. Competências empreendedoras e sistema de relações sociais: a dinâmica dos construtos da decisão de empreendedor dos serviços de fisioterapia. Revista de negócios, Blumenau, v.13, n.1, p.28-44, 2008.

PRADO, K. C. P.; BULGACOV, S. Mudando para seleção por competência: um caso paranaense. Revista Capital Científico, v.7, n.1, p.175-186, 2009.

PREVIDELLI, J. J.; SELA, V. Mr. Empreendedorismo e educação empreendedora. Maringá: UNICORPORE, 2006.

RABAGLIO, M. O. Avaliação por competência: ferramenta de remuneração ou de desenvolvimento? Rio de Janeiro: Qualitymark, 2010.

SANCHES, F. C.; SCHMIDT, C. M.; CIELO, I. D.; KÜHN, M. K. S. Empreendedorismo feminino: um estudo sobre sua representatividade no município de Toledo - Paraná. Revista de Gestão e Secretariado - GeSec, v. 4, n. 2, p.134-150, 2013.

SEBRAE (SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS). O empreendedorismo e o mercado de trabalho. Brasília: SEBRAE, 2017 (Série Empreendedores e Empresas).

SCHUMPETER, J. A. Teoria do desenvolvimento econômico: uma investigação sobre lucros, capital, crédito, juro e o ciclo econômico. São Paulo: Abril Cultural, 1982.

SILVA, M. S.; MAINARDES, E. W.; LASSO, S. V. Características do empreendedorismo feminino no Brasil. Revista Gestão e Desenvolvimento, Novo Hamburgo, v.13, n.2, p.150-167, 2016.

TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

VERGARA, M. P. L.; TOWNSEND, P. L.; SEPÚLVEDA, M. P. Influencia de los elementos del modelo EFR® en la actividad empresarial liderada por mujeres: análisis comparativo entre empresas familiares y no familiares. Cuadernos Latinoamericanos de Administración, v.8, n.14, p.51-68, 2012.

VILLAS BOAS, A. Valor feminino: desperte a riqueza que há em você. São Paulo:Do autor, 2010.

Publicado
2020-01-21