A INCUBAÇÃO DE REDES DE ECONOMIA SOLIDÁRIA SOB O ENFOQUE AGROECOLÓGICO

Resumo

O objetivo deste artigo foi analisar o processo de implementação do projeto Ressoa na Mata: Redes de Economia Solidária e Agroecologia na Zona da Mata de Minas Gerais, executado no período de dezembro de 2017 a janeiro de 2019, pelo programa de extensão Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares da Universidade Federal de Viçosa (ITCP-UFV). Os métodos de pesquisa utilizados foram de observação das atividades desenvolvidas e análise de relatórios e atas das reuniões com os participantes. A partir do levantamento de dados com base nesses dois procedimentos, elaboramos uma síntese com as principais ações do projeto, analisando sua implementação sob o enfoque agroecológico. Em seguida, elencamos os principais aprendizados alcançados com a experiência, de forma a contribuir com a reflexão sobre a incubação de redes na economia solidária.

Biografia do Autor

Bianca Aparecida Lima Costa, Universidade Federal de Viçosa - UFV
Professora da Universidade Federal de Viçosa (UFV), Viçosa - MG, Brasil. Doutorado em Ciências Sociais.
Marcio Gomes da Silva, Universidade Federal de Viçosa - UFV
Professor da Universidade Federal de Viçosa (UFV), Viçosa - MG, Brasil. Aluno de Doutorado da Universidade Federal Fluminense (UFF), Niterói - RJ, Brasil.

Referências

ADDOR, Felipe e LARICCHIA, Camila Rolim. Apresentação: O conceito Incubadoras Tecnológicas de Economia Solidária. In: ADDOR, Felipe e LARICCHIA, Camila Rolim (orgs.). Incubadoras tecnológicas de economia solidária: Concepção, metodologia e avaliação – volume 1. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2018.

ADDOR, Felipe, OLIVEIRA, Thaís, MAIA, Layssa, MELO, Ícaro de Souza, PERISSÉ, Camille, PEREZ, Rosina. As Incubadoras Tecnológicas de Economia Solidária na atualidade. In: ADDOR, Felipe e LARICCHIA, Camila Rolim (orgs.). Incubadoras tecnológicas de economia solidária: Concepção, metodologia e avaliação – volume 1. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2018.

ALTIERI, M. Agroecologia: as bases científicas para uma agricultura sustentável. São Paulo, Rio de Janeiro: Expressão Popular, ASPTA 2012.

CORAGGIO, José Luis. Una perspectiva alternativa para la economia social: de la economía popular a la economía del trabajo. In: CORAGGIO, José Luis. La economía social desde la periferia: contribuiciones latinoamericanas. Buenos Aires: Altamira, 2007. p. 165-194.

COSTA, Bianca Aparecida Lima. Entre teoria e prática: a experiência da economia solidária no Brasil a partir de uma abordagem internacional. 2013. 219p. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) – Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais, Belo Horizonte, 2013.

FRANÇA FILHO, Genauto Carvalho; CUNHA, Eduardo Vivian da. Incubação de redes de Economia Solidária. In: CATTANI, Antonio David; LAVILLE, Jean-Louis; HESPANHA, Pedro (Orgs.) Dicionário Internacional da Outra economia. Coimbra: Altamira, 2009.p. 224-230

FRANÇA FILHO, Genauto Carvalho. O Imperativo do desenvolvimento territorial na Economia solidária e o papel da incubação tecnológica. In: SOUZA, A.R,;ZANIN,;M. (Orgs.). A Economia Solidária e os desafios globais do trabalho. São Carlos: Edufscar, 2017. pp – 181-194

FREIRE, Paulo. Extensão ou comunicação? Trad. de Rosisca Darcy de Oliveira. Prefácio de Jacques Chonchol 7ª ed. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1983.

MANCE, E.A. Redes de Colaboração Solidária. In: CATTANI, Antônio David; LAVILLE, Jean-Louis; HESPANHA, Pedro (Orgs.) Dicionário Internacional da Outra economia. Coimbra: Altamira, 2009.p. 278-283

SEVILLA GUZMÁN, Eduardo. La Participación en la construcción histórica latino americana de la Agroecología y sus níveles de territorialidade. Política y sociedade. Vol. 52, n.2, 2015. pp. 351-370

SCHMITT, Claudia Job. Economia solidária e agroecologia: convergências e desafios na construção de modos de vida sustentáveis. Brasília: IPEA, 2010.

SINGER, Paul. Economía solidaria. Um modo de produccíon y distribuición. In: CORAGGIO, José Luis. La economia social desde la periferia: contribuiciones latinoamericanas. Buenos Aires: Altamira, 2007. p. 59-78.

Publicado
2020-01-14