“APRENDER FAZENDO” CARTOGRAFIAS: RELATOS DE EXPERIÊNCIA ATRAVÉS DA EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA

Resumo

Aprender fazendo explora atividades práticas para aprendizagem de cartografias por estudantes do ensino fundamental através do projeto de extensão “A universidade vai à escola”: trocas de experiências pedagógicas a partir do uso de geotecnologias. A metodologia contemplou o uso de ferramentas tecnológicas para elaboração de mapas em ambiente computacional e técnicas analógicas, para elaboração de mapas híbridos e mentais, através da abordagem Hands-on. Os resultados revelaram que crianças se motivam para novas aprendizagens, adaptaram-se de forma satisfatória às ferramentas tecnológicas e avaliaram essa perspectiva de construção cartográfica como a mais relevante.

Biografia do Autor

Alex Mota Santos, Universidade Federal de Goiás - UFG
Professor da Universidade Federal de Goias (UFG), Aparecida de Goiânia - GO, Brasil. Doutorado em Geografia.
Thalyta Ferreira Franco, Universidade Federal de Goiás - UFG
Aluna da Universidade Federal de Goiás (UFG), Aparecida de Goiânia - GO, Brasil. 
Thiago de Souza Santana Farias, Universidade Federal de Goiás - UFG
Aluno da Universidade Federal de Goiás (UFG), Aparecida de Goiânia - GO, Brasil. 
Deise Luiza Lúcio de Souza, Escola Municipal Professora Maria Nosidia Palmeiras das Neves
Coordenadora Pedagógica da Escola Municipal Professora Maria Nosidia Palmeiras das Neves, Goiânia - GO, Brasil. 

Referências

BRÊTAS, J.R.S. ; PEREIRA, S.R. Projeto de extensão universitária: um espaço para formação profissional e promoção da saúde. Trabalho Educação e Saúde, Vol. 5 nº. 2, p. 1-11, 2007.

CORREIO, L.P.P.; CORREIO, S.P.S.; CORREIO, F.L.; CORREIO, B.G.C.P.; CORREIO, T.S.A.; CORREIO, R.B.M. Desenvolvimento de um projeto de extensão em orientação profissional com estudantes do ensino médio de Itumbiara: Relato de experiência. Interfaces, Vol. 6, nº. 1, p.182-189, 2018. Disponível em: https://www.ufmg.br/proex/revistainterfaces/index.php/IREXT/article/view/239. Acesso em 17 jun. 2019.

COSTA, G.R.; BATISTA, K.M. A importância das atividades práticas nas aulas de ciências nas turmas do ensino fundamental. REVASF, Vol. 7, nº.12, p. 06-20, 2017. Disponível em:

www.periodicos.univasf.edu.br/index.php/revasf/article/download/20/28/. Acesso em 17 maio 2019.

FALCÃO, N.; CALDAS, E. C. Diálogos sobre a escolha profissional: a aproximação entre o estudante da escola pública de ensino médio e a universidade. Revista Brasileira De Extensão Universitária, Vol. 9, nº. 3, p. 147-156, 2018. Disponível em: https://doi.org/10.24317/2358-0399.2018v9i3.8185. Acesso em 12 de abril de 2019.

HEILBRONNER, N., REZULLI, J. The Schoolwide Enrichment Model in Science (A Hands-On Approach for Engaging Young Scientists. Prufrock Press Inc., Waco, Texas, 2016, 192 p.

KOZEL, Salete Teixeira, NOGUEIRA, Amélia Regina Batista. Geografia das Representações e sua aplicação pedagógica: contribuições de uma experiência vivida. Revista do Departamento de Geografia, Vol.13, p. 239-257, 1999.

KOZEL, Salete. Mapas mentais – Uma forma de Linguagem: Perspectivas Metodológicas. In: SILVA, Josué da Costa, FILHO, Sylvio Fausto Gil. Da Percepção e Cognição à Representação: Reconstruções Teóricas da Geografia Cultural e Humanista. Curitiba: Terceira Margem, p. 114-138, 2007.

MARQUES, R. Geografia do Brasil. Programa de Inclusão, Acesso e Permanência, Universidade Federal do Amapá, 2017. Disponível em: https://www2.unifap.br/piap/files/2017/03/Geografia-do-Brasil.pdf. Acesso em 12 de maio de 2019.

MOÇO, A. Alfabetização cartográfica. Nova Escola, 2011. https://novaescola.org.br/conteudo/2325/alfabetizacao-cartografica. Acesso em 12 de maio de 2019.

MORAES, L.M. A Segregação Planejada: Goiânia, Brasília e Palmas. Goiânia: Editora da UCG, 2003.

PAULO, J.R.; ENDO, M.A.T.O., BERTIN, M. Contribuições para alfabetização cartográfica nos anos iniciais da educação básica. Revista Conexão, Vol. 13, nº. 1, p. 120-129, 2017. Disponível em: doi: 10.5212/rev.conexao.v.13.i1.0009. Acesso em 5 de março de 2019.

PELISSARI, D.; ANDREIS, G. Reforço de Matemática por meio de Oficinas. Revista UFG, Vol. 19, nº. p. 1-20, 2019. https://doi.org/10.5216/revufg.v19i0.57010

SANTOS, A. M.; MATINELI, G. V.; VILARINHO, M.; BARROS, J. P. "A Universidade vai à escola": Relatos de uma Experiência de Extensão Universitária em Cartografia. Revista De Cultura e Extensão USP, Vol. 19, p. 91-105, 2017. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9060.v19i0p91-105. Acesso em 12 janeiro de 2019.

SANTOS, A. M. Cartografias possíveis. Revista de Educação Popular, v. 16, n. 2, p. 105-124, 21 nov. 2017.

SANTOS, A.M. Educação para o trânsito na escola: relato de uma experiência pedagógica a partir da extensão universitária. Revista Diálogos, Vol. 22, nº. 1, p. 19-34, 2018. Disponível em: https://portalrevistas.ucb.br/index.php/RDL/article/view/9491/6100. Acesso em 9 de maio de 2019.

FRANÇA, B. S.; OLMOS, I. D. F.; SOUZA, T. N. Educação ambiental e educação especial: uma reflexão sobre estratégias didáticas. Revista Brasileira de Extensão Universitária, Vol. 10, nº. 1, p. 1-9, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.24317/2358-0399.2019v10i1.10376. Acesso em 27 de julho de 2019.

SILVA, E. B. A Dinâmica socioespacial e as mudanças na cobertura e uso da terra no bioma cerrado. 110 f. Tese (Doutorado em Geografia) - Programa de Pesquisa e Pós-Graduação em Geografia. Universidade Federal de Goiás, 2013.

SILVA, P. R., SILVA, I, LIMA, J., SILVA, E.; SILVA, E. Investigação da HFC no ensino de ciências do IFRN - Campus Caicó. Revista UFG, Vol. 19, p. 1-14, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.5216/revufg.v19i0.56599. Acesso em 29 de julho de 2019.

Publicado
2019-12-18