FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES/AS PARA EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM UM ESPAÇO HÍBRIDO

Resumo

Apresentamos reflexões resultantes de um percurso de extensão com o objetivo de desenvolver ações de formação continuada de professores em espaços híbridos, no encontro e na articulação entre a universidade e as escolas públicas, para Educação Ambiental. Nessa direção, buscamos criar, pela extensão, um espaço que articula laboratórios de formação docente da universidade e a escola, a fim de circular e valorizar os conhecimentos e experiências de todos envolvidos para discussão da Educação Ambiental, bem como desenvolver conhecimentos comuns que contribuam para o desenvolvimento profissional docente e o aprimoramento de práticas educativas, na escola e na universidade. Assim, socializamos o percurso de um coletivo constituído de professores e estudantes da Educação Básica; formadores de professores e acadêmicos de licenciatura de uma universidade e seus resultados para interação dialógica, interdisciplinaridade e interprofissionalidade, indissociabilidade ensino-pesquisa-extensão, impacto na formação do estudante e para transformação social a partir da extensão.

Biografia do Autor

Daniela Tomio, Universidade Regional de Blumenau - FURB
Professora da Universidade Regional de Blumenau (FURB), Blumenau - SC, Brasil. Doutorado em Educação Científica e Tecnológica. 
Arleide Rosa da Silva, Universidade Regional de Blumenau - FURB
Professora da Universidade Regional de Blumenau (FURB), Blumenau - SC, Brasil. Doutorado em Engenharia e Gestão do Conhecimento 
Mauricio Capobianco Lopes, Universidade Regional de Blumenau - FURB
Professor da Universidade Regional de Blumenau (FURB), Blumenau - SC, Brasil. Doutorado em Engenharia e Gestão do Conhecimento.
Roberta Andressa Pereira, Universidade Regional de Blumenau - FURB
Professora da Universidade Regional de Blumenau (FURB), Blumenau - SC, Brasil. Mestrado em Biologia de Fungos, Algas e Plantas.
Tayna Laureth, Universidade Regional de Blumenau - FURB
Aluna de Graduação da Universidade Regional de Blumenau (FURB), Blumenau - SC, Brasil. 
Jéssica Lenita Krug, Universidade Regional de Blumenau - FURB
Aluna de Graduação da Universidade Regional de Blumenau (FURB), Blumenau - SC, Brasil. 
Bruna Hamann, Universidade Regional de Blumenau - FURB
Aluna de Graduação da Universidade Regional de Blumenau (FURB), Blumenau - SC, Brasil. 

Referências

ABRAMOVICH, F. Literatura infantil: gostosuras e bobices. São Paulo: Scipione, 2009.

BICHWEITZ, D. A ovelha rosa da dona Rosa. 1. ed. Jandira: Ciranda Cultural, 2011.

CANDIDO, A. A Literatura e a formação do homem. In: CANDIDO, A. Textos de intervenção. Seleção, apresentações e notas de Vinicius Dantas. São Paulo: Duas Cidades, 2002.

CARVALHO, L. Curupira, brinca comigo?. 1. ed. São Paulo: Ática, 2009.

COELHO, N. N. Literatura infantil: teoria, análise, didática. 1. ed. São Paulo: Moderna, 2000.

DEBUS, E. Festaria de brincança: a leitura literária na Educação Infantil. São Paulo: Paulus, 2006.

DEBUS, E. A confecção de livro artesanal como recurso didático pedagógico na educação infantil. Disponível em: <http://endipe.pro.br/anteriores/13/posteres/posteres_autor/T2125-1.doc>. Acesso em: 13 Dez, 2018.

GULLAR, F. As mil e uma noites: contos árabes. Rio de Janeiro: Revan, 2006.

HOLANDA, C. B. de. Chapeuzinho amarelo. 39. ed. São Paulo: José Olympio, 2011.

JUNQUEIRA, S. O que aconteceu no caldeirão da bruxa? 14. ed. São Paulo: Formato, 2004.

LIBÂNEO, J. C. O ensino de graduação na universidade: a aula universitária. Goiânia: UCG, 2003. Disponível em: <http://uniarp2015.pbworks.com/w/file/fetch/92297679/-O-ensino-de%20graduacao-A-aula-universitaria.pdf>. Acesso em: 20 de Ago, 2018.

MACHADO, A. M. Como e por que ler os clássicos universais desde cedo. Rio de Janeiro: Objetiva, 2002.

MACHADO, A. M. Menina bonita do laço de fita. 9. ed. São Paulo: Ática, 2011.

MACHADO, R. Acordais: fundamentos teórico-poéticos da arte de contar histórias. São Paulo: DCL, 2004.

NORONHA, T. Fofinho. 13. ed. São Paulo: Ática, 2009.

OLIVEIRA, M. A. de. Leitura prazer: interação participativa com a literatura infantil na escola. São Paulo: Paulinas, 1996.

PICHON, L. Os três porquinhos malcriados e o lobo bom. 1.ed. Jandira: Ciranda Cultural, 2010.

ROCHA, R. Bom dia, todas as cores. 18. ed. São Paulo: Editora Salamandra, 2013.

ROCHA, R. Eugenio, o gênio. 1. ed. São Paulo: Salamandra, 2009.

ROCHA, R. Macacote e porco pança. 1. ed. São Paulo: Salamandra, 2009.

SANTOS, M. P. Contributos de extensão universitária brasileira à formação acadêmica docente e discente no século XXI: um debate necessário. Revista Conexão, UEPG, v.6, n.1, p. 10-15, 2010.

SOUZA, R. J.; GIROTTO, C. G. S. Era uma vez... Uma Educação. PNBE na escola: literatura fora da caixa. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2014.

TAHAN, M. A arte de ler e contar histórias. 3. ed. Rio de Janeiro: Conquista, 1961.

VENDRAME, E. C. D. S. Da história contada ao sujeito de contação: como me fiz contadora de histórias. Dissertação (Mestrado em Educação), Programa de Pós-graduação em Educação, Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2015.

VYGOTSKY, L. S. Psicologia pedagógica. Trad. Claudia Schilling. Porto Alegre: Artmed, 2003.

VYGOTSKY, L. S. Imaginação e criação na infância. (Ensaios comentados), tradução: Zoia Prestes. São Paulo: Ática, 2009.

Publicado
2019-09-13