TECNOLOGIAS E CONHECIMENTOS - PESSOAS E PROTAGONISMOS: UMA PROPOSTA DE PROJETO DE EXTENSÃO

Palavras-chave: Atividade Extensionista, Interdisciplinaridade, Inclusão Sociodigital, Paulo Freire.

Resumo

O objetivo deste artigo é descrever a proposta do projeto de extensão universitária “Construindo Saberes com o Uso de Tecnologia”, do Setor de Educação Profissional e Tecnológica, da Universidade Federal do Paraná. Sua finalidade principal é promover o uso da tecnologia em processos educativos, no ambiente escolar, para enfrentamento e supervisão de vulnerabilidades. A metodologia se apresenta nos seguintes passos: 1) Divulgação das atividades do projeto; 2) Formação dos Acadêmicos (bolsistas/voluntários); 3) Execução das atividades na escola; 4) Análise das avaliações das atividades e sistematização de materiais; 5) Eventos. Espera-se atingir a Inclusão Sociodigital dos atores sociais da escola pública da região de Curitiba, pois, não basta apenas ter acesso às tecnologias digitais e ser alfabetizado digitalmente, é preciso também desenvolver habilidades e competências com relação ao uso dessas tecnologias e conhecimento para utilizá-las com segurança, ética e autonomia, tornando-se assim um letrado digital. 

Biografia do Autor

Andreia de Jesus, Universidade Federal do Paraná - UFPR
Professora da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba - PR, Brasil. Mestrado em Informárica.  
Alexander Robert Kutzke, Universidade Federal do Paraná - UFPR
Professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba - PR, Brasil. Doutorado em Informática.
Izabel do Rocio Costa Ferreira, Universidade Federal do Paraná - UFPR
Professora da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba - PR, Brasil. Doutorado em Odontologia.
Silvana Maria Carbonera, Universidade Federal do Paraná - UFPR
Professora da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba - PR, Brasil. Doutorado em Direito.

Referências

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal, 1988.

______. Parâmetros Curriculares Nacionais, 2000. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/14_24.pdf. Acesso em: 23 set. 2017.

______. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Saúde na escola. Brasília: Ministério da Saúde, 2009. 96 p.: il. (Série B. Textos Básicos de Saúde. Cadernos de Atenção Básica, n. 24).

CNDL. Estilo de Vida e Expectativas Quanto ao Futuro Da Juventude no Brasil. Fevereiro de 2017. Disponível em: https://www.spcbrasil.org.br/pesquisas. Acesso em: 23 set. 2017.

FORPROEX – Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras. Política Nacional de Extensão Universitária. Manaus, 2012. Disponível em: http://www.renex.org.br;/documentos/2012-07-13-Politica-Nacional-deExtensao.pdf. Acesso em: setembro de 2018.

FREIRE, Paulo. Educação na Cidade. 5ª ed. São Paulo: Cortez, 2001.

______. Pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. 17ª edição. São Paulo: Paz e Terra., 2011a.

______. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 43ª edição. São Paulo: Paz e Terra, 2011b.

______. Extensão ou comunicação? 16ª edição. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2013.

______. Pedagogia do oprimido. 56ª edição. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2014.

______. Extensão Universitária: Para quê? Instituto Paulo Freire, 2017. Disponível em:https://www.paulofreire.org/images/pdfs/Extens%C3%A3o_Universit%C3%A1ria_-_Moacir_Gadotti_fevereiro_2017.pdf. Acesso em: 21 set. 2018.

GADOTTI, Moacir; FREIRE, Paulo.; GUIMARÃES Sérgio. Pedagogia: diálogo e conflito. 3ª edição. São Paulo: Cortez-Autores Associados, 1989.

HENZ, Celso Ilgo. Na escola também se aprende a ser gente. In: HENZ, C. I; ROSSATO, R. (orgs). Educação Humanizadora na Sociedade Globalizada.Santa Maria: Biblos, 2007.

JESUS, Andreia; NEVES, Luiz Antonio Pereira; KUTZKE, Alexander Robert. TORRES, Pedro Rodrigues; FEGER, José Elmar; BRAHIM, Adriana Cristina Sambugaro de Mattos; TONO, Cineiva Campoli Paulino. Fundamentação e Proposta de um Projeto de Extensão: construindo através do computador e internet. 7º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária, Ouro Preto, MG, 2016.

PRENSKY, Marc. Nativos digitais, imigrantes digitais. Disponível em <http://www.marcprensky.com/writing/Prensky%20-%20Digital%20Natives,%20Digital%20Immigrants%20-%20Part1.pdf>. Acesso em: 24 set. 2018,

SEPT. Educação Profissional e Tecnológica: o que é? Disponível em http://www.sept.ufpr.br/portal/historia/. Acesso em: 29 out. 2018.

TONO, Cineiva. et al. (organização), Informática para o Desenvolvimento Humano. 2. ed. - Curitiba, PR: CRV, 2013.

VALENTE, José Armando. O Computador na Sociedade do Conhecimento. Universidade Estadual de Campinas – Campinas: NIED, 2002.

Publicado
2019-08-15