Múltiplas Faces das Violências contra Mulheres Homossexuais e Bissexuais no Trabalho: Uma Abordagem de Pesquisa com Métodos Mistos

Rita Estela Salino, Nadia Terezinha Covolan, Pedro Paulo Pereira, Marcos Claudio Signorelli

Resumo


Analisamos as violências reveladas por mulheres homossexuais e bissexuais no trabalho, por meio de métodos mistos de pesquisa com 108 mulheres homossexuais ou bissexuais. Primeiro, responderam a um survey quantitativo, e posteriormente 25 delas forneceram entrevistas em profundidade, cuja análise do conteúdo foi cotejada com estudos de gênero e violência. A análise a partir dos métodos mistos sinalizou: 1) hegemonia da heteronormatividade no espaço de trabalho, marcado por opressões e assimetrias de gênero e poder; 2) diferentes manifestações de violência no trabalho, com destaque para a violência de gênero; 3) privação de liberdades individuais e coletivas dessas mulheres, que engendram o que denominamos de “violência da invisibilidade”, seguindo pressupostos teóricos de Amartya Sen.


Palavras-chave


: Gênero e saúde; violência no trabalho; violência contra a mulher; sexismo; minorias sexuais

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5212/Rlagg.v.9.i1.0010

 

Revista Latino-americana de Geografia e Gênero  - UEPG
Fone: +55 (42) - 3220 - 3046
E-mail: generogeo@gmail.com