Os índios Kariri vão à Corte: a circulação das lideranças indígenas pelos espaços de poder do Império Ultramarino português (Capitania da Paraíba, segunda metade do século XVIII)

Jean Paul Gouveia Meira

Resumo


Este artigo tem como principal objetivo analisar o papel político desempenhado por líderes indígenas do povo Kariri, que, na segunda metade do século XVIII, estavam aldeados na capitania da Paraíba. Na tentativa de obtenção de mercês e recompensas pelos serviços prestados à Coroa portuguesa, uma comitiva de indígenas Kariri, sob o comando do sargento-mor Manoel Homem da Rocha, partiu para Lisboa no ano de 1752. No reino, Manoel e seus liderados requereram ao rei D. José I casa e o sustento necessário pelo tempo em que permanecessem em Lisboa, a conservação das suas terras no sertão da Paraíba, soldos e fardas para os cabos e soldados das suas companhias, e o retorno ao Brasil na frota que partiria para a Bahia no mesmo ano. Para a efetivação desta pesquisa utilizei a documentação do Arquivo Histórico Ultramarino de Lisboa.


Palavras-chave


História Indígena

Texto completo:

PDF


 

 

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia