O trem, a fábrica e as caatingas: perspectivas de modernização do sertão baiano na Primeira República

Eudes Marciel Barros Guimarães

Resumo


Com a instalação de uma fábrica de produção variada e a possibilidade da chegada de uma linha férrea no começo da década de 1910, houve grandes expectativas por parte de alguns moradores do alto sertão baiano empenhados na modernização da região, em consonância com o ritmo que se projetava para o Brasil. Para isso, enfatizavam o potencial econômico das terras do sertão e a necessidade de explorá-las, tendo em vista a variedade e as riquezas naturais das caatingas. Mas as perspectivas que tinham no horizonte deram lugar, inúmeras vezes, a frustrações que redimensionaram suas experiências ao longo do tempo.

Palavras-chave


História Cultural; Região

Texto completo:

PDF


 

 

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia