ANÁLISE DE CORRELAÇÃO CANÔNICA NA ASSOCIAÇÃO DE FATORES CLIMÁTICOS E ACIDENTES DE TRÂNSITO NA CIDADE DE BOTUCATU-SP

Sergio Augusto Rodrigues, Paola Gabriela Fernandes, Paulo Andre de Oliveira, Carlos Roberto Padovani

Resumo


Questões relacionadas à mobilidade urbana são pautas frequentes de pesquisadores e gestores de diversos municípios brasileiros. A falta de políticas públicas adequadas o crescimento desordenado de municípios e o aumento do número de veículos em circulação podem propiciar deficiências na mobilidade urbana e prejuízos ao meio ambiente, com aumento dos níveis de poluição. Entre os diversos fatores que afetam a mobilidade na área urbana, o aumento do número de acidentes de trânsito merece atenção. Considerando que os fatores climáticos podem agravar a ocorrência de acidentes, é importante considerar esta problemática na elaboração de políticas públicas para melhoria do trânsito e do atendimento dos acidentados no sistema público de saúde. Neste contexto, propõe-se avaliar a associação entre características dos acidentes de trânsito com as condições climáticas do município de Botucatu-SP. Para isto, foram utilizados dados referentes aos acidentes de trânsito registrados pelos órgãos responsáveis, bem como dados de diversas características climáticas do município. Com o intuito de considerar toda estrutura de variabilidade existente nestes dois conjuntos de dados foi utilizado um procedimento de estatística multivariada conhecido como análise de correlação canônica. Observou-se a existência de uma associação linear positiva entre dois diferentes indicadores climáticos e dois indicadores sobre os acidentes de trânsito, possibilitando uma melhor compreensão do relacionamento simultâneo destas variáveis, fornecendo informações que podem contribuir com políticas visando à minimização do número de acidentes.


Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, P., RAIA JUNIOR, A. A. Análise de correlação entre acidentes de trânsito, uso e ocupação do solo, polos geradores de viagens e população em Uberlândia-MG. Revista dos Transportes Públicos – ANTP, ano 34. 1º quadrimestre. 2012.

ANTONIOU, C; YANNIS, G; KATSOHIS, D. Impact of meteorological factors on the number of injury accidents. In: 13TH WORLD CONFERENCE ON TRANSPORTATION RESEARCH, 13., 2013, Rio de Janeiro. Proceedings of the 13th World Conference on Transportation Research. Rio de Janeiro: Coppe—Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2013. v.13, p. 1-16. Disponível em: . Acesso em: 10 nov. 2017.

BRASIL. Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana. Ministério das Cidades. Política Nacional de Mobilidade Urbana. Disponível em: . Acesso em: 02 jun. 2015.

BOGO, R. L., GRAMANI, L. M., NETO, A. C., BALBO. F. A. N. Análise de correlação canônica aplicada ao fluxo de tráfego veicular - estudo de caso da rodovia federal BR-116. Mecánica Computacional, v. XXIX, p. 2071–2081, 2010.

CAIXETA, C. R., MINAMISAVA, R., OLIVEIRA, L. M. A. C., BRASIL, V. V. Morbidade por acidente de transporte entre jovens de Goiânia-Goiás. Ciência & Saúde Coletiva. Goiânia. v.15, n.4, 2010. Disponível em Acesso em: 13 jul. 2016.

EISENBERG, D. The Mixed Effects of Precipitation on Traffic Crashes. Accident Analysis and Prevention, Vol. 36, pp. 637-647, 2004.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Cidades@. Disponível em: . Acesso em: 18. Jan. 2015.

IPEA - Instituto de pesquisa econômica aplicada. Estimativa dos custos dos acidentes de trânsito no Brasil com base na atualização simplificada das pesquisas anteriores do IPEA. Brasília, 2015. Disponível em: . Acesso em: 20 de nov. 2017.

IPEA - Instituto de pesquisa econômica aplicada. ANTP. Associação nacional de transportes públicos. Impactos sociais e econômicos dos acidentes de trânsito nas aglomerações urbanas. Brasília, 2003.

JOHNSON, R. A.; WICHERN, D. W. Applied multivariate statistical analysis, 6.ed. New Jersey: Prentice-Hall, 2007, 800 p.

KNEIB, E. C. Mobilidade Urbana e qualidade de vida: do panorama geral ao caso de Goiânia. Revista UFG, Goiânia, ano XIII, n 2, p. 71-78, 2012. Disponível em: . Acesso em: 20 mar. 2014.

MORAIS NETO, O. L., MALTA, D. C., MASCARENHAS, M. D. M., DUARTE, E. C., SILVA, M. M. A., OLIVEIRA, K. B. et al. Fatores de risco para acidentes de transporte terrestre entre adolescentes no Brasil: Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE). Ciência & Saúde Coletiva, 12 (Supl. 2), p. 3043-3052. 2010. Disponível em: . Acesso em: 11 nov. 2015.

MINGOTI, S. A. Análise de dados através de métodos de estatística multivariada: uma abordagem aplicada. Belo Horizonte, MG: Editora UFMG, 2005. 297 p.

R CORE TEAM R: A language and environment for statistical computing. R Foundation for Statistical Computing, Vienna, Austria. Disponível em: . Acesso em: 20 jan. 2015.

RODRIGUES, S. A.; FERNANDES, P. G. Avaliação das características dos acidentes de trânsito do município de Botucatu e suas associações com as condições climáticas. Tekhne e Logos, v. 6, p. 70-84, 2015.

ROSA, B. R., SANTOS NETO, N. F, ORRICO FILHO, R. D. Canonical correlation applied to the flow of vehicular traffic. In: 13TH WORLD CONFERENCE ON TRANSPORTATION RESEARCH, 13., 2013, Rio de Janeiro. Proceedings of the 13th World Conference on Transportation Research. Rio de Janeiro: Coppe—Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2013. v.13, p. 1-16. Disponível em: . Acesso em: 10 nov. 2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O CONTEÚDO DOS ARTIGOS É DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DOS AUTORES.