AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DE ESTACAS PRÉ MOLDADAS DE CONCRETO NA REGIÃO DE PONTA GROSSA ATRAVÉS DE ENSAIOS DE CARREGAMENTO DINÂMICO

Bianca Penteado de Almeida Tonus, Matheus Henrique Quadros Bloinski, Carlos Emmanuel Ribeiro Lautenschläger, Luiz Henrique Felipe Olavo

Resumo


No Brasil, os métodos de Aoki-Velloso e Décourt-Quaresma são os mais utilizados para estimar a capacidade de carga de fundações profundas. Como tais métodos são correlações matemáticas com ensaios de campo determinadas de forma empírica, os resultados obtidos podem se distanciar da real resistência mobilizada pelo solo e pela estaca. Neste trabalho são avaliadas cinco estacas pré-moldadas de concreto armado de um edifício residencial de quinze pavimentos localizado na cidade de Ponta Grossa - Paraná, através de ensaios de carregamento dinâmico (ECD). As quatro sondagens à percussão (SPT) disponíveis mostram a presença de material argiloso em todo o terreno, que ganha resistência com o avanço da profundidade. A verificação de desempenho das estacas é realizada por meio de comparação dos valores estimados pelos métodos semiempíricos com os dados dos ensaios de carregamento dinâmico realizados. O estudo mostra que para esta obra os métodos semiempíricos são conservadores em relação aos resultados do ECD para a maioria das situações. No entanto, em outras situações os métodos semiempíricos podem superestimar a capacidade de carga das fundações, estando contra a segurança da obra.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O CONTEÚDO DOS ARTIGOS É DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DOS AUTORES.