A INFLUÊNCIA DO PRÉ AQUECIMENTO NA MICROESTRUTURA E PROPRIEDADES MECÂNICAS DE JUNTAS SOLDADAS DA LIGA AA5083 PRODUZIDAS PELO PROCESSO FSW

Douglas Martinazzi, Guilherme Vieria Braga Lemos, Afonso Reguly, Jean Carlos Grolli, Arthur Bortolin Beskow

Resumo


A utilização de métodos de união para produção de juntas soldadas de alta qualidade, como o processo Friction Stir Welding (FSW), é muito importante. Assim, este método tem sido empregado cada vez mais no âmbito mundial, mas ainda pode ser otimizado e melhor desenvolvido nacionalmente. Assim, o presente estudo avaliou a influência da temperatura na microestrutura e as propriedades mecânicas em juntas soldadas da liga de alumínio AA5083 produzidas pelo processo FSW, em um centro de Usinagem CNC. Neste contexto, as soldas foram estudadas através de análises microestruturais, s de microdureza na face da solda, além de ensaios de tração. Com o auxilio de termopares, as diferenças de temperaturas foram monitoradas tanto no lado de avanço (LA), quanto no lado de retrocesso (LR) e, assim, foi observada a característica assimétrica deste processoDe modo complementar, também foi realizada uma avaliação da influência do pré-aquecimento, realizado através de um soprador térmico, na produção de novas soldas. A partir dos resultados, observou-se uma redução de 3% no percentual de potência do eixo árvore no torno, além de proporcionar uma mistura de material mais homogênea, em comparação a utilização do processo FSW sem aquecimento. No ensaio de tração, notou-se um aumento de 22,6% na média de resistência máxima à tração com a utilização do pré-aquecimento. Os ensaios de microdureza mostraram que a região central da solda alcançou um ligeiro aumento de dureza, fato que pode estar relacionado ao refino de grão observado nas análises microestruturais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O CONTEÚDO DOS ARTIGOS É DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DOS AUTORES.