PROPOSTA DE INDICADORES PARA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO AMBIENTAL DE RODOVIAS CONCESSIONADAS

Denilson Fernandes Leite, Roque Rodrigo Rodrigues, Luis Fernando Sequinel, Carlos Alberto Prado da Silva Junior, Heliana Barbosa Fontenele

Resumo


: No Brasil, a avaliação do desempenho ambiental ainda é pouco utilizada no setor rodoviário. Para que possa ser utilizada de forma eficiente, é preciso que haja mecanismos adequados de mensuração do desempenho das diversas atividades desenvolvidas durante a vida útil dos trechos rodoviários. Este trabalho tem como objetivo gerar indicadores de avaliação de desempenho ambiental para obras de manutenção rodoviária segundo a ótica de especialistas de concessionárias de rodovias. O procedimento envolveu a realização de workshops, com base na metodologia de análise Multicritério de Apoio a Decisão Construtivista, com os responsáveis pela gestão ambiental e manutenção rodoviária de algumas concessionárias de rodovias. A principal contribuição do trabalho foi a obtenção de indicadores para avaliação do desempenho ambiental das atividades de manutenção, bem como uma síntese dos principais aspectos considerados em obras de manutenção rodoviária pelos profissionais das concessionárias de rodovias que participaram do estudo.


Texto completo:

PDF

Referências


BANA E COSTA, C. A. As três convicções fundamentais na prática do apoio à decisão. Revista Pesquisa Operacional, vol.13, n. 1, p. 9-20, 1993.

BORTOLUZZI, S. C.; ENSSLIN, S. R., LYRIO, M. V. L.; ENSSLIN, L. Avaliação de desempenho econômico-financeiro: uma proposta de integração de indicadores contábeis tradicionais por meio da metodologia multicritério de apoio à decisão construtivista (MCDA-C). Revista Alcance, vol. 18, n. 2, p. 200-218, 2005.

CAMPOS, L. M. S. DE; MELO, D. A. DE. Indicadores de desempenho dos Sistemas de Gestão Ambiental (SGA): uma pesquisa teórica. Produção, vol. 18, n. 3, p. 540-555, 2008.

COSTA, M. S. Um Índice de Mobilidade Sustentável para Cidades Brasileiras. Tese de Doutorado em Engenharia Civil. Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil, 2008.

COSTA, R. M. O papel da supervisão ambiental e proposta de avaliação de desempenho ambiental em obras rodoviárias. Dissertação de Mestrado em Engenharia Mineral. Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil, 2010.

COSTA, R. M.; SÁNCHEZ, L. E. Avaliação do desempenho ambiental de obras de recuperação de rodovias. Revista Escola de Minas, vol. 63, n. 2,p. 247–254, 2010.

ENSSLIN, L.; MONTIBELLER, G.; NETO; NORONHA, S. M. D. Apoio à Decisão: metodologias para estruturação de problemas e avaliação multicritério de alternativas. Florianópolis: Insular, 2001.

ENSSLIN, L.; GIFFHORN, E.; ENSSLIN, S. D.; PETRI, S. M.; VIANNA, W. B. Avaliação do desempenho de empresas terceirizadas com o uso da metodologia multicritério de apoio à decisão construtivista. Pesquisa Operacional, vol. 30, n. 1, p. 125-152, 2010.

GALLARDO, A. L. C. F.; SÁNCHEZ, L. E. Follow-up of a road building scheme in a fragile environment. Environmental Impact Assessment Review, vol. 24, n. 2, p. 47-58, 2004.

JESUS, F. G. Indicadores de desempenho para a gestão ambiental dos serviços de manutenção rodoviária. Dissertação de Mestrado em Engenharia de Edificações e Saneamento. Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR, Brasil, 2015.

LIMA, M. A.; LIMA, M. V. A.; LIMA, C. R. M. SINAES e a avaliação dos cursos de graduação: a metodologia MCDA-C pode ajudar? Revista Gestão Universitária na América Latina (GUAL), vol. 6, n. 3, p. 61-85, 2013.

MACÊDO, A. T.; MARTINS, M. F. A sustentabilidade urbana sob a ótica da construção civil: um estudo nas empresas construtoras de Campina Grande-PB. Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade (GeAS), vol. 4, n. 1, p. 139-157, 2015.

MARTINS, J. B. Sistema de informações para o gerenciamento ambiental da operação rodoviária. Dissertação de Mestrado em Engenharia de Transportes. Instituto Militar de Engenharia, Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 2005.

SÁNCHEZ, L. E. (2006). On Common Sense and Environmental Impact Assessment. Impact Assessment and Project Appraisal, vol. 24, n. 1, p. 10-11, 2006.

SILVA, E. A.; FREIRE, O. B. L.; SILVA, F. Q. O. Indicadores de sustentabilidade como instrumentos de gestão: uma análise da GRI, ETHOS e ISE. Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade (GeAS), vol. 3, n. 1, p. 130-148, 2014.

THIMÓTEO, A. C. A.; GARCEZ, M. P.; HOURNEAUX, F. JR. O uso e a importância dos indicadores de sustentabilidade nas organizações – Estudos de casos em empresas de energia elétrica. Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade (GeAS), vol. 4, n. 3, p. 89-102, 2015.

VIVIANI, E.; RAMOS, R. A. R.; LAVEZZO, J. A. S. Subsídios à validação de um modelo de gestão de estradas não pavimentadas. Anais do Congresso Luso-Brasileiro Para Planejamento Urbano, Regional, Integrado e Sustentável, Lisboa, Portugal, 6, 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O CONTEÚDO DOS ARTIGOS É DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DOS AUTORES.