REDES NEURAIS ARTIFICIAIS APLICADAS NO CALCULO DAS FORÇAS PROVENIENTES DO CONTATO RODA-TRILHO

Luiz Henrique Alves Duzzi, Douglas Hideki Nakamura, Sergio Inacio Ferreira, Paulo Roberto Barbosa

Resumo


A construção de locomotivas em meados do século XVIII melhorou de forma significativa o transporte de cargas e pessoas pelo mundo a fora, junto a isso surgiram problemas como o descarrilamento, fenômeno esse que há muito tempo é estudado com o intuito de erradicá-lo. Inúmeras soluções foram encontradas para identificar um coeficiente que auxilia no entendimento do fenômeno intitulado L/V (forças lateral/vertical). De forma geral, as soluções clássicas não são tão eficientes, pois nem sempre uma solução encontrada para um determinado perfil de roda serve para os demais existentes no mercado. A proposta aqui apresentada é o desenvolvimento de um modelo, baseado numa rede neural artificial, que poderá ser aplicado em qualquer perfil de roda. O modelo contempla, ainda, as características de deformação que são exclusivas de cada formato existente. Como dados de entrada do modelo foram consideradas variáveis de deformação e posição angular da roda, exibindo como resultado forças vertical e lateral. Os resultados mostraram a viabilidade da utilização do modelo neural, com erro máximo de 2,1% com relação aos valores experimentais. 

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O CONTEÚDO DOS ARTIGOS É DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DOS AUTORES.