AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DO TRATAMENTO DE ESGOTO SANITÁRIO POR SISTEMA COMBINADO ANAERÓBIO SEGUIDO DE AERÓBIO

SERGIO CARLOS BERNARDO QUEIROZ, Rafisa Joicy Teixeira, Andrea Brito Queiroz, Giulliano Guimarães Silva, Cristina Rosa Paschoalato, Luciana Rezende Oliveira, Francielly Martins

Resumo


No presente trabalho foram avaliados os dados de monitoramento para uma unidade de tratamento de esgoto doméstico composta por dois módulos de lodos ativados, pré-tratado anaerobicamente em reatores UASB, visando a remoção de nitrogênio e fósforo. O sistema de lodos ativados é constituído por câmara anóxica, anaeróbia, aeróbia e decantadores em sequência. A vazão, o tempo de detenção hidráulico (TDH) e idade do lodo adotadas foram as de projeto, de 110 L/s, 11 horas e 40 minutos e idade do lodo de aproximadamente 29 dias. Foi possível obter as seguintes conclusões: a)Para a remoção de matéria orgânica com relação a DBO o sistema foi eficiente e alcançou 76,4%, com remoção global de 94,4%. Para a DQO, esses valores foram próximos e resultaram em 72,1% b) O sistema de lodos ativados como pós-tratamento de reatores anaeróbios não foi eficiente na remoção de nitrogênio devido à pouca disponibilidade de matéria orgânica para os microrganismos que realizam a desnitrificação; c)Em se tratando do nitrogênio amoniacal total, as eficiências médias alcançadas foram de 18,3%; d) Com relação ao fósforo, esperava-se alcançar remoções acima de 80%, o que não ocorreu. A eficiência não superou 26%.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O CONTEÚDO DOS ARTIGOS É DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DOS AUTORES.