ANÁLISE DO CRESCIMENTO DA GERAÇÃO DISTRIBUÍDA: ESTUDO DE CASO DO BRASIL COM ÊNFASE NO ESTADO DE MINAS GERAIS

João Lucas de Souza Silva, Michelle Melo Cavalcante, Rodrigo Machado, Murilo Ribeiro da Silva, Danielle Bandeira de Mello Delgado, Monica Carvalho

Resumo


A Geração Distribuída (GD) destaca-se por permitir a produção de energia elétrica mais próximo do consumidor e sua importância está, principalmente, em reduzir a utilização de combustíveis fósseis, diminuindo a emissão de gases poluentes na atmosfera e, paralelamente, diversificando a matriz energética. Neste cenário, o presente trabalho realiza um estudo de caso sobre o avanço da GD no Brasil com foco no estado de Minas Gerais no período de dezembro de 2012 até março/abril de 2017 utilizando dados disponibilizados pela Agência Nacional de Engenharia Elétrica (ANEEL), Empresa de Pesquisa Energética (EPE) e Associação Brasileira de Geração Distribuída (ABGD). Como resultado, verificou-se no Brasil um contínuo crescimento da GD com destaque para o Estado de Minas Gerais como maior utilizador de GD. O avanço no Brasil começou com a criação de políticas públicas, a criação da Resolução Normativa 482/2012 implantada pela ANEEL, o Programa de Desenvolvimento da Geração Distribuída de Energia Elétrica (ProGD) e, em Minas Gerais, especificamente, com o Decreto nº 46296, isto é, no período de 2012 a 2017 ocorreram implantações e mudanças em políticas públicas que fomentaram o avanço da GD.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O CONTEÚDO DOS ARTIGOS É DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DOS AUTORES.