PRODUÇÃO DE LIPASE MICROBIANA A PARTIR DE RESÍDUOS DE CORVINA

Gean Pablo Silva Aguiar, Vilásia Guimarães Martins, Paola Chaves Chaves Martins, Raphael Aparecido Boschero, Carlos Prentice-Hernández

Resumo


A produção de lipase por via microbiana tem apresentado destaque devido à sua larga aplicação industrial nas indústrias alimentícia, farmacêutica e no tratamento de efluentes. O objetivo deste estudo é produzir lipase a partir de resíduos do pescado Corvina (Micropogonias furnieri), valorizando este resíduo agroindustrial. Os cultivos foram realizados em biorreatores, onde foram avaliados: a influência dos micro-organismos Bacillus subtilis e Corynebacterium aquaticum, concentração de pescado e os biorreatores com e sem chicanas. Os resultados encontrados de atividade lipolítica máxima para o planejamento de biorreatores sem chicana foi de 15,91 U.mL-1 de atividade lipolítica e 0,22 U.mL-1.h-1 de produtividade. Para o planejamento utilizando biorreatores com chicanas obteve-se cerca de 11,45 U.mL-1 para atividade e 0,15 U.mL-1.h-1  para produtividade. Por fim, o melhor ensaio em ambos biorreatores é o que utilizou 0,83% de pescado e o micro-organismo Corynebacterium aquaticum.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O CONTEÚDO DOS ARTIGOS É DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DOS AUTORES.