APLICAÇÃO DO MÉTODO DOS ELEMENTOS DISCRETOS PARA MODELAGEM E SIMULAÇÃO DO ESCOAMENTO DE MINÉRIO DE MANGANÊS

Hugo Mesquita, Pedro Herique da Silva Macias, André Luiz Amarante Mesquita, Kelvin Alves Pinheiro, Alexandre Luiz Amarante Mesquita, Helder Silva Souza, Arildo Henrique de Oliveira, Hugo Leonardo Santos de Brito

Resumo


A planta de processamento de manganês localizada em Carajás possui operações de britagem, escrubagem, peneiramento e classificação. A fração granulada e o sinter feed compõem o portfólio de produtos da planta. A tipologia Pelito Manganesífero Siltito (PMS) tem relevante participação no depósito e apresenta características de alta coesividade, aumentando a dificuldade nas transferências. Com o objetivo de simular o comportamento do escoamento das partículas do minério, utilizou-se o Método dos Elementos Discretos (DEM). De acordo com os resultados das simulações do fluxo do minério através dos chutes e silos foi possível propor adequações na geometria e inclinações dos equipamentos, atendendo não somente a capacidade de projeto do sistema de transferência, mas também para obter um fluxo contínuo, centralizado e alinhado evitando entupimentos e possíveis desalinhamentos. As propriedades do minério foram determinadas por meio de ensaios em célula de cisalhamento e em caixas de fluxo, para calibração dos modelos. Os resultados dos testes de caracterização, modelamento e simulação numérica são apresentados e discutidos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O CONTEÚDO DOS ARTIGOS É DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DOS AUTORES.