AVALIAÇÃO DA PROTEÇÃO AUDITIVA PARA RUÍDO EMITIDO POR HELICÓPTERO

Sérgio de Souza Custódio Filho, Ronald Márcio Élleres Fernandes, Gracio Paulo Pessoa Serra, Gustavo da Silva Vieira de Melo, Alexandre Luiz Amarante Mesquita

Resumo


Ambientes submetidos a elevados níveis de pressão sonora são facilmente encontrados na aviação. O ruído de transporte aéreo pode resultar em desconforto ou até mesmo patologias nas pessoas presentes nesses ambientes. Desta forma, o presente trabalho tem o propósito de avaliar a dose de ruído recebida pelos tripulantes do helicóptero H-36 (Caracal) da Força Aérea Brasileira e verificar se a atenuação do ruído oferecida pelos protetores auditivos utilizados está reduzindo o nível de pressão sonora a níveis considerados seguros para a audição destes trabalhadores. As medições do ruído foram realizadas utilizando audiodosímetro calibradonos pilotos, mecânico de voo e operador de equipamento, todos com protetores auditivos do tipo capacete (concha) e plugue moldável. Nas medições, a aeronave foi configurada para resgate em que as portas permaneceram abertas em determinadas fases do voo. São feitas discussões a respeito do uso dos protetores auditivos com base nos resultados obtidos de atenuação sonora nas orelhas dos tripulantes usando o NRR (Noise Reduction Rating) e feita uma análise da jornada de trabalho adequada com base na legislação vigente, NR-15.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O CONTEÚDO DOS ARTIGOS É DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DOS AUTORES.