As palavras de lá: linguagem e infância em Guimarães Rosa e Mia Couto

Valdinei José Aboleya

Resumo


Objetiva-se neste estudo realizar uma análise comparativa acerca da linguagem como elemento de transformação do homem nos contos A menina de lá, do escritor brasileiro do segundo quartel do século XX João Guimarães Rosa, e A menina sem palavra, do escritor Moçambicano Mia Couto, artista e pensador contemporâneo. A abordagem aqui proposta parte do pressuposto de que ambos os contos discutem linguagem, comunicação e infância a partir de um olhar muito perspicaz, no qual a palavra assume o papel de força transformadora, ressignificando a própria ideia de comunicação e contribuindo para a humanização das relações sociais.

 


Palavras-chave


literatura comparada; cultura; linguagem

Texto completo:

PDF